Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

WebCo chega ao mercado com projeto Brasigo

Postado em: 09/09/2008, às 20:13 por Redação

Interagir com pessoas que têm interesses em comum. Segundo o empreendedor Manoel Lemos, que criou o BlogBlogs, essa é frase que sintetiza o objetivo da iniciativa anunciada nesta terça-feira, 9, o Brasigo, um espaço on-line que usa os conceitos de web 2.0 para criar e compartilhar conhecimento em língua portuguesa.

O anúncio marcou o início da operação da empresa WebCo, que teve investimentos do grupo Abril e do fundo de investimentos sul-africano Napster, que recentemente se tornou acionista da própria Abril. Apesar de não revelar detalhes e valores da operação, Lemos continua à frente da empresa, mas não como majoritário.

"A WebCo acredita que há uma grande oportunidade de colocar no mercado produtos que sigam as premissas da web 2.0, mas que tenham 'cor local' – um maior apelo para a geração de conteúdos em língua portuguesa e identificados com o Brasil", explicou Lemos.

O Brasigo pretende ser um serviço para criar, compartilhar e descobrir conteúdo em língua portuguesa, de forma interativa e em formato de rede social. Ele se inicia com um modelo de perguntas e respostas, em que os usuário pode indagar sobre qualquer tema ou responder questões feitas por outros usuários, criando uma grande base de conhecimento comunitária. Mas este é apenas o começo, segundo Lemos. Novos formatos de compartilhamento de conteúdo já estão sendo desenvolvidos e em breve estarão disponíveis para todos os internautas.

De acordo com o executivo, ele é diferente de uma enciclopédia on-line, como a Wikipedia ou do Orkut, por exemplo. Esse tipo de serviço não possibilita interações entre seus usuários nem o agrupamento da informação de acordo com os interesses dos internautas. No Brasigo, quem define o contexto, a relevância e a utilidade do conteúdo é o próprio usuário e a comunidade ao seu redor. "As enciclopédias on-line são muito úteis, mas acabam se tornando um ambiente frio que não leva em consideração as opiniões dos usuários. A idéia do Brasigo é exatamente o contrário", afirma Lemos.

O site ainda está em construção e novas funcionalidades vão ser acrescentadas continuadamente "Essa é a primeira forma de geração de conteúdo disponível no serviço, mas novas ferramentas em breve estarão disponíveis para os usuários", diz Lemos.

Outro apelo do Brasigo é o regionalismo, já que nele existe a possibilidade de gerar informações direcionadas para um grupo de pessoas ou região específica, criando conteúdo extremamente capilarizado e com contexto local. "Uma das idéias é explorar não só usuários de grandes centros urbanos, mas também das pequenas cidades, visando a uma maior utilização dos novos meios de comunicação pela população brasileira. Assim, por exemplo, pessoas de uma determinada cidade poderão trocar informações sobre qual o melhor restaurante daquele município, quais as festas ou eventos mais interessantes, onde há alguma promoção imperdível, ou qualquer outro tipo de conteúdo que seja útil ou interessante para as pessoas de uma determinada localidade", acrescenta Lemos.

O modelo comercial do Brasigo é baseado em publicidade, mas segundo o executivo, neste momento a principal preocupação é oferecer um serviço de qualidade e ampliar a base de usuários e o volume de conteúdo relevante disponível.

Tags:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top