Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Softex começa a mapear setor de software brasileiro

Postado em: 09/11/2007, às 21:43 por Redação

A Associação para Promoção da Excelência do Software Brasileiro (Softex) anunciou que vai mapear o setor de software por meio da criação do Sistema de Informação da Indústria Brasileira de Software e Serviços (SIBSS), que foi apresentado no Painel de Compromisso, encerrado nesta sexta-feira (9/11), em São Paulo.

O próximo passo agora será mobilizar e sensibilizar as empresas, fornecedoras potenciais de dados ao SIBSS, para a importância de participar do projeto, segundo Virgínia Duarte, gerente de projeto da Softex. ?Queremos fazer isto utilizando o apoio das entidades de classe e dos Agentes Softex?, esclarece.

Ao fazer um balanço do encontro, a executiva destacou que cerca de 50 mil empresas constituem, atualmente, a indústria brasileira de software e serviços, lembrando que 97% desse universo é formado por empresas com menos de 20 empregados. ?A formação de um banco de dados confiável só trará benefícios a todos os envolvidos, inclusive o governo federal, que poderá desenvolver políticas especiais para o setor, a partir da radiografia que o sistema irá permitir?, disse Virgínia.

Ela conta que o SIBSS, que é coordenado pela Softex e conta com recursos e apoio do Ministério da Ciência e Tecnologia, através da Secretaria de Política de Informática (Sepin), surgiu da necessidade de acesso a dados básicos sobre a indústria brasileira de software e serviços de maneira consistente e periódica.

Para conceber o sistema e analisar os dados coletados, a Softex conta com a participação de uma equipe formada por seis consultorias, cada uma delas responsável por um dos seus subsistemas: caracterização do ofertante de software e serviços; o mercado consumidor de software e serviços; a capacitação da força de trabalho, P&D, inovação, qualidade e produtividade; as políticas governamentais, questões tributárias, propriedade intelectual e fomento; tecnologias em áreas pré-selecionadas; e a imagem do software brasileiro.

Para que o levantamento seja ainda mais preciso e reúna o maior volume de dados possível, a Softex já firmou acordos de cooperação com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Instituto Nacional de Propriedade Intelectual (INPI) e a Embrapa Informática. A entidade espera, em breve, fechar acordo com outras instituições, inclusive organismos governamentais. ?Também queremos muito trabalhar em colaboração com os Agentes Softex e com entidades como a Abes (Associação Brasileira de Empresas de Software) e a Associação das Empresas Brasileiras de Tecnologia da Informação, Software e Internet (Assespro)?, informa Virgínia.

O SIBSS tem como objetivo buscar um padrão conceitual e metodológico, o alinhamento dos dados a padrões internacionais e a inclusão do Brasil em levantamentos estatísticos realizados por organismos como a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). ?É importante destacar que o SIBSS não é um projeto de uma instituição só. Ele está sendo construído por todos aqueles que estão preocupados e comprometidos em saber quem somos, quais as nossas competências e as nossas necessidades?, conclui Virgínia.

Tags:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top