Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Corte no orçamento de TI repercute de maneira negativa no negócio

Postado em: 09/11/2009, às 18:56 por Redação

Os cortes nos orçamentos de tecnologia repercutem de maneira negativa no negócio, acarretando muitas vezes em falhas nos sistemas de TI, que acabam tendo um alto custo para as companhias, de acordo com um estudo mundial encomendado à Datamonitor pela BT Global Services. A pesquisa, que foi realizada em 13 países, revela que 25% dos altos executivos afirmam que os cortes de orçamento para a tecnologia têm prejudicado gravemente a inovação e as margens operacionais. Outros 23% afirmam que a limitação do orçamento para soluções de TI tem impedido a conquista de novos clientes. E mais de um quarto dos entrevistados (27%) afirma que a impossibilidade de achar a informação precisa quando necessário repercutiu negativamente sobre os negócios durante a recessão.
Entretanto, nove em cada dez entrevistados acreditam que a gestão da informação é de vital importância para o êxito empresarial futuro, a quinta parte (19%) tem perdido negócios em consequência da impossibilidade de encontrar a informação necessária dentro do prazo. Essa cifra sobe até 33% entre os CIOs que estão conscientes desse perigo.
A Datamonitor realizou o estudo com 2,4 mil usuários de soluções de TI e 270 CIOs e altos executivos. O estudo, cujo título é "Enterprise Intelligence: the Challenge for the CIO in 2010", revela que 61% dos CIOs e 63% dos altos executivos afirmam que soluções antiquadas de TI impedem a capacidade de "pensar globalmente" como empresa. Um percentual similar (57% dos CIOs e 60% dos altos executivos) culpa a existência de softwares inadequados pelo mesmo problema.
O estudo também encontra indícios de que as empresas correm risco se não forem capazes de filtrar a informação adequada no tráfego crescente de dados sobre suas redes e servidores. Mais de um quarto dos executivos (26%) recebe mais dados operacionais do que necessita, enquanto outro terço afirma não dispor de informação suficiente sobre as pesquisas de mercado.
Se os serviços de cloud computing derem em 2010 o grande passo à frente, conforme previsto pelos analistas, os CIOs necessitarão de mais informação. Por exemplo, mais da metade dos CIOs (53%) não vê como a cloud computing pode ajudar a economizar, sendo que o modelo de cloud computing foi precisamente projetado para reduzir ou até eliminar grandes despesas de capital. O estudo demonstra que a percepção geral sobre os serviços de cloud computing dirigidos a consumidores, não se estende aos serviços voltados para as necessidades das grandes empresas e organizações.

Tags:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top