Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Funcionários da Freescale e da IBM estavam no voo da Malaysia Airlines que desapareceu

Postado em: 10/03/2014, às 18:07 por Redação

A Freescale Semiconductor informou nesta segunda-feira, 10, que 20 funcionários de suas operações na Ásia estavam no voo MH370 da Malaysia Airlines, do Boeing 777-200, com 239 ocupantes, que sumiu dos radares uma hora após decolar de Kuala Lumpur, com destino a Pequim. A empresa, com sede em Austin, no Texas, foi formado a partir do spin-off (separação) das operações de semicondutores da Motorola. Além de operações na Malásia, a Freescale mantém uma subsidiária no Brasil, instalada em Campinas, no interior de São Paulo.

A fabricante de chips divulgou um comunicado na tarde de sábado, 8, afirmando que 12 dos funcionários eram da Malásia e oito, da China. Em comunicado, a empresa acrescentou que estava "profundamente entristecida" com a notícia, e que continua a acompanhar a situação. "No momento, estamos apenas focados em nossos funcionários e suas famílias", disse Gregg Lowe, presidente-executivo da Freescale, em declaração ao The Wall Street Journal. "Nossos pensamentos e orações estão com aqueles afetados por este trágico acontecimento." De acordo com o jornal americano, os representantes da empresa, no entanto, se ??recusaram a fornecer quaisquer detalhes sobre os funcionários ou suas responsabilidades.

No fim do ano passado, a Freescale informou ter um total de 16,8 mil empregados em todo o mundo. A empresa construiu uma fábrica no Arizona, que foi uma das primeiras a produzir transistores e outros produtos a base de semicondutores. Alguns de seus circuitos foram utilizados em rádios Motorola, que na década de 1970 se tornariam a base para os primeiros telefones celulares.

A Freescale produz ainda microprocessadores para PCs, baseados tanto na tecnologia Power quanto em projetos licenciados para a ARM Holdings. Mas os chips para microcontroladores para automóveis são a sua maior fonte de receita e responderam por US$ 1 bilhão das vendas totais de US$ 4,2 bilhões em 2013.

Também foi divulgado o nome do americano Philip Wood, 50 anos, como passageiro do voo MH370. Ele era funcionário da IBM. As buscas seguem pela costa ocidental da Malásia e também em terra, mas até o momento — 17h54 desta segunda-feira, 10 — nenhum destroço de um possível acidente foi encontrado.

Tags: , , , ,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top