Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Remessas de PC têm queda maior que o previsto no 1º trimestre

Postado em: 10/04/2013, às 18:44 por Redação

As remessas mundiais de PCs totalizaram 76,3 milhões de unidades no primeiro trimestre deste ano, o que representa uma queda de 13,9% na comparação com o mesmo período de 2012, de acordo com dados da IDC. O recuo foi maior que o previsto pela consultoria, de 7,7%, e marcou o quarto trimestre consecutivo de queda nos embarques de computadores. A IDC afirma que as vendas caíram significativamente em todas as regiões na comparação com igual período, um ano atrás.

Analistas observam que o aumento nas remessas de mininotebooks tomaram uma grande fatia do mercado dos chamados PCs de entrada de linha — mais simples —, enquanto tablets e smartphones continuaram a ter a preferência dos consumidores. Além disso, os esforços da indústria de PCs para oferecer telas touchscreen e sistemas ultrafinos foram dificultados por barreiras tradicionais de preço e de fornecimento de componentes, bem como a fraca receptividade ao sistema operacional Windows 8, da Microsoft. A indústria vem lutando para identificar inovações que diferenciem os PCs de outros produtos, mas não tem conseguido "seduzir" os conconsumidores.

"Neste momento, infelizmente, parece claro que o lançamento do Windows 8 não só falhou em dar impulso às vendas de PCs, mas parece, também, ter retardado o mercado", disse o vice-presidente da IDC para o segmento de clientes e displays, Bob O'Donnell. "Enquanto alguns consumidores apreciam os novos formatos e recursos touchscreen do Windows 8, as mudanças radicais na interface com o usuário, a remoção do botão 'Iniciar' e os custos associados a esses itens fizeram do PC uma alternativa menos atraente frente aos tablets e outros dispositivos móveis. A Microsoft terá que tomar decisões muito difíceis para avançar, se quiser ajudar a revigorar o mercado de PCs."

Um dado não citado pela consultoria é que o atraso no lançamento do Windows 8 gerou expectativa tanto de fabricantes quanto de consumidores, que ficaram aguardando a chegada do produto ao mercado, o que acabou contribuindo para retração nas vendas de PCs.

Em termos regionais, a IDC aponta que o mercado dos Estados Unidos caiu 12,7% na comparação ano a ano, com volume total de embarques de 14,2 milhões de PCs, nível mais baixo desde o primeiro trimestre de 2006.  A região que engloba Europa, Oriente Médio e África (EMEA) apresentou dois dígitos de retração, enquanto o desempenho no Japão  se manteve alinhado com as expectativas, apesar do fraco consumo, e na Ásia-Pacífico houve uma queda recorde de 12,7%, sendo a primeira vez que a região apresentou declínio de dois dígitos. A IDC não forneceu números da América Latina.

Fabricantes

A HP manteve a liderança no mercado, apesar da retração de 23,7% nas remressas de PCs na comparação com o primeiro trimestre de 2012. Já a Lenovo permaneceu estável, mas obteve o segundo lugar em participação de mercado, à frente da Dell, que teve queda de 10,9% nas remessas. Apesar da quinta posição ser ocupada pela Asus, a fabricante com pior desempenho na queda das remessas no período foi a Acer, com recuo de 31,3%. (Veja tabela abaixo)

Top 5

Fornecedores com base em embarques mundiais de PCs no primeiro trimestre de 2013 (em milhões de unidades)

Fabricante

Embarques  1T13

Share  1T13

Embarques  2T13

Share  2T13

1T13/1T12

1. HP

11,997

15.7%

15,726

17.7%

-23.7%

2. Lenovo

11,700

15.3%

11,705

13.2%

0.0%

3. Dell

9,010

11.8%

10,110

11.4%

-10.9%

4. Acer

6,150

8.1%

8,952

10.1%

-31.3%

5. ASUS

4,363

5.7%

5,401

6.1%

-19.2%

Outros

33,075

43.4%

36,739

41.5%

-10.0%

Total

76,294

100.0%

88,635

100.0%

-13.9%

Fonte: IDC Worldwide Quarterly PC Tracker, 10 de abril de 2013.

Tags: , , , ,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top