Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Preço de conversor de TV digital não pode passar de R$ 200, diz ministro

Postado em: 10/07/2007, às 19:10 por Redação

Durante o processo de migração, a TV digital funcionará com conversores do sinal para os aparelhos analógicos já existentes. A proposta do Ministério das Comunicações é que existam dois tipos de conversores inicialmente. Um primeiro, mais simples, apenas para a conversão do sistema, e o segundo, mais caro, com possibilidades de ampliação da interatividade.

Desde o ano passado, quando o governo escolheu o padrão japonês para a TV digital brasileira, o valor do conversor mais simples era cotado em torno de R$ 100. Contudo, ainda não há um valor fixo para os aparelhos, mas há a possibilidade de o preço ser maior.

Indagado por jornalistas sobre a possibilidade de a indústria fabricar o conversor mais simples por mais de R$ 200, o ministro das Comunicações, Hélio Costa, respondeu que isso está "totalmente fora de cogitação". "Se um televisor custa R$ 350, até menos, como é que um conversor que é muito mais simples vai custar R$ 600 ou R$ 700. É totalmente fora de cogitação um conversor de TV digital que seja superior a 200 reais para atender simplesmente a conversão do digital para o analógico de retorno", disse.

Segundo o ministro, o governo ainda prevê que o conversor mais complexo, que prevê a interatividade da TV digital, deverá atender ao mesmo tempo a TV aberta e a TV a cabo. "Esses certamente custarão um pouco mais, mas lá na frente também vão cair de preço", afirmou.

O exemplo do custo da tecnologia do DVD seria um comparativo, de acordo com Hélio Costa. "Quando começamos a ver os DVDs entrarem no mercado, chegavam custando em torno de R$ 2 mil. Menos de três anos depois já se compra DVD por R$ 200. É mais ou menos a mesma situação.?

Uma medida provisória (MP 352), aprovada neste ano, instituiu incentivos às indústrias de equipamentos para TV digital e semicondutores, entre eles para o conversor. ?Acho que vamos chegar em dezembro com uma caixa conversora bem mais em conta porque essa é a pretensão do governo. Vamos abrir os créditos através do Banco do Brasil, da Caixa Econômica, do Banco Popular, para que todos possam ter acesso ao conversor?, disse.

Com informações da Agência Brasil.

Tags:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top