Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Uber faz acordo com HNA Group para explorar mercado de turismo chinês

Postado em: 11/01/2016, às 14:00 por Redação

A Uber Technologies informou nessa segunda-feira, 11, que sua subsidiária chinesa receberá um aporte de investimentos não revelado do grupo HNA, conglomerado de aviação, transporte e embarcações (que em novembro passado comprou uma participação societária das Linhas Aérea Azul) para uso do aplicativo em iniciativas de transporte de turistas naquele país.

O setor de aqviação é o mais relevantes dentro do grupo HNA, que faturou US$ 25,6 bilhões em 2014, englobando a Hainan Airlines, Tianjin Airlines, Deer Jet, Lucky Air, Capital Airlines, West Air, Fuzhou Airlines, Urumqi Air, Yangtze River Express, MyCargo, Africa World Airlines, Aigle Azur e outras companhias.

Recentemente, ele adquiriu o Swissport, maior provedor de serviços logísticos de carga e passageiros em aeroportos, por 2,7 bilhões de francos suíços. Ela possui 89 agências de turismo. Tem mais de 440 hotéis pelo mundo, sendo que o HNA Hospitality é uma das maiores companhias hoteleiras na China. Também controla os Hotéis e Resorts Tangla. Além disso, gerencia 8 aeroportos que tiveram um fluxo de 38 milhões de passageiros no ano de 2014. Figura na posição 464 da Fortune 500.

O presidente-executivo do Uber, Travis Kalanick, disse em Pequim, que prevê um sistema onde clientes poderão facilmente se deslocar dos aeroportos e hotéis, passear na cidade e fazer viagens entre cidades, com base em uma série de parcerias globais.

O transporte individual privado na China como o Uber, como acontece em outros países, pode ser considerado ilegal ou operar em uma área cinza da legislação, dependendo da localização e do tipo de serviço.

A parceria do Uber com o HNA Group ocorre enquanto sua rival Didi Kuaidi tenta ampliar parcerias com influentes companhias chinesas ligadas ao governo, enquanto tentam evitar regulações mais rígidas no mercado chinês de serviço de transporte privado, ainda em desenvolvimento.

Tags: , , , , , , , , , , ,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top