Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

IBM busca sócio para transformar divisão de chips em joint venture, dizem rumores

Postado em: 11/02/2014, às 17:22 por Redação

A IBM vai concentrar esforços para encontrar um parceiro para seu negócio de fabricação de chips depois de não ter conseguido um interessado em comprar sua divisão, segundo pessoas com conhecimento do assunto disseram à Bloomberg. Com a entrada de um sócio, a ideia da gigante de tecnologia é criar uma joint venture, na qual não teria o controle majoritário nem a propriedade intelectual exclusiva dos chips, disse uma das fontes à agência de notícias.

A IBM já mantém um acordo de desenvolvimento com a Globalfoundries, joint venture entre a americana AMD e dois grupos de investidores de Abu Dhabi, nos Emirados Árabes, para produção de componentes em sua unidade de Nova York.

A busca por um parceiro faz parte, na realidade, da estratégia da IBM de se desfazer ou separar os negócios menos rentáveis ??para impulsionar a receita, após sete trimestres consecutivos de queda. No mês passado, a companhia vendeu sua unidade de servidores low-end para a Lenovo, por US$ 2,3 bilhões. O acordo foi um desdobramento da aquisição em 2005, pela fabricante chinesa, de sua divisão de computadores pessoais.

A IBM contratou o Goldman Sachs Group para explorar as possibilidades de seu negócio de chips, disse outra pessoa familiarizada com o assunto. A empresa, que desde o ano passado vem procurando sem sucesso um comprador para a divisão, se recusou a comentar o assunto.

Os chips da empresa, que incluem a linha PowerPC, têm sido usados ??em computadores pessoais, consoles de games e outros equipamentos. Ainda assim, o domínio da Intel no mercado de processadores relegou a IBM a um papel de figurante na indústria do chip. A área de microeletrônica representa menos de 2% da receita da IBM.

Mudança para a nuvem

Outra medida da empresa é a concentração do investimento na computação em nuvem, fenômeno que também tem contribuído para diminuir a necessidade de clientes corporativos em comprar servidores da empresa. De acordo com o CEO Ginni Rometty a IBM agora está se concentrando mais em software e serviços, numa tentativa de reaquecer as vendas e cumprir a meta de distribuição de dividendos, no valor de US$ 20 a ação, no próximo ano.

Rometty e outros altos executivos da companhia também decidiram renunciar aos bônus do ano passado a que teriam direito por causa dos resultados decepcionantes. A receita caiu 5,5% no quarto trimestre de 2013, para US$ 27,7 bilhões, ou seja, bem abaixo dos US$ 28,3 bilhões estimados por analistas.

Tags: , , , , , , ,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top