Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Callix cria modelo diferenciado para call center na nuvem

Postado em: 11/06/2012, às 23:22 por Redação

Criar uma solução que permitisse que empresas menores tivessem acesso a uma operação de Call Center com todas as funcionalidades de uma grande central, sem precisar de servidores ou máquinas com alta capacidade de processamento. Esse foi o objetivo da Callix Brasil,  empresa brasileira especializada em soluções de comunicação em cloud computing, ao criar o modelo diferenciando.

A solução Callix 3C permite que o cliente desvincule a operação de Contact Center de um espaço físico. Os atendentes podem operar de qualquer lugar onde tenha acesso a internet, utilizando as soluções de venda de produtos ou serviços para RSVP, para venda de crédito consignado ou para qualquer outra atividade realizada por uma central de operação.

O modelo conta o diferencial de aumentar a produtividade e incentivar o home Office, já que, qualquer pessoa com acesso à internet, consegue dispor da solução. Além disso, é possível reduzir consideravelmente os custos de operação, já que, por não existir a necessidade do espaço físico, cortam-se todos os custos associados e a redução com despesas de transporte, por exemplo.

Para a utilização da ferramenta, não é necessário um contrato fixo para a utilização do serviço. O pagamento para a utilização do software pode ser feito por hora utilizada, para operações de uso menos frequente, como por exemplo, o RSVP. Para operações regulares, indica-se a licença de uso, em que o cliente paga um valor mensal para usar o tempo que desejar.

De acordo com Claudio Lendecker, CEO da Callix Brasil, a empresa pretende criar um novo conceito de atendimento. “Isso poderá, também, mudar a forma de empresas contratarem atendentes, poderá mudar as formas de remuneração, poderá mudar a forma de empresas contratarem empresas de call center. Enfim, poderá mudar o modelo de negócio e essa mudança será melhor para todos”, finaliza o executivo.

Tags:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top