Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Pela primeira vez, FTC multa empresa por uso de dados de usuários de redes sociais

Postado em: 12/06/2012, às 18:27 por Redação

A Comissão de Comércio Federal dos Estados Unidos (FTC, na sigla em inglês) aplicou multa à Spokeo pela utilização de dados pessoais coletados em redes sociais. Ela atua justamente na coleta de e venda de dados para empresas que divulgam o perfil de candidatos a vagas de trabalho. A companhia foi autuada em US$ 800 mil. Esta é a primeira vez que a FTC autua uma empresa pelo uso de dados pessoais, sem autorização.

A Spokeo concordou com o pagamento, mas não assumiu a veracidade das acusações feitas pelo órgão. As autoridades entenderam que houve violação da lei Fair Credit Reporting, por transformar em marketing perfis de consumidores, sem deixar claro o propósito de seu uso, além de falhar em assegurar a precisão dos fatos e negligenciar ao prestar contas sobre sua responsabilidade legal nos Estados Unidos. Entre 2008 e 2010, a Spokeo “vendeu perfis coerentes de pessoas” que incluiam endereço, número de telefone, estado civil, idade, hobbies, etnia, religião, participação em mídias sociais, fotos e outras informações, alega a FTC.

Na condenação também foram citados comentários falsos e recomendações forjadas em sites de tecnologia e blogs sobre o assunto, redigidos e promovidos pelos próprios funcionários da empresa, segundo o New York Times. Eles falavam como se fossem usuários satisfeitos da ferramenta oferecida pela empresa.

Em nota publicada no blog oficial, a Spokeo informou algumas mudanças nas políticas internas para atender às recomendações da FTC. “Somos uma empresa de tecnologia que organiza dados pessoais disponibilizados de maneira inovadora. Não criamos nosso próprio conteúdo, não possuímos ou temos acesso a informações privadas financeiras e não oferecemos relatórios sobre os usuários”, diz o comunicado.

Tags:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top