Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Você sabe o que um profissional de ADS faz?

Postado em: 12/06/2012, às 15:30 por Redação

O mercado de trabalho de TI, em consistente expansão, tem buscado profissionais qualificados e bem preparados para o desenvolvimento de sistemas. Segundo informações da IDC Brasil, veiculadas na imprensa em 2011, a área de tecnologia tem crescido, em média, 10% ao ano e a previsão é que atinja os 12% em 2015. Isso considerando uma expectativa do governo de avanço do Produto Interno Bruto (PIB) nacional em torno de 4% neste ano.

Nesse cenário, o profissional de Análise e Desenvolvimento de Sistemas tem ocupado um papel importante e, em vista dos grandes eventos que o Brasil realizará em 2014 e 2016, pode-se elevar a expectativa pela demanda por tais profissionais.

O analista tem espaço em qualquer segmento de mercado. Sua atuação abrange múltiplos modelos de negócio, incluindo aqueles que demandam tanto a computação tradicional quanto a computação embarcada que está oculta em diversos dispositivos, presentes em veículos terrestres, aeronaves, máquinas e sensores; elementos que já começam a fazer parte da emergente Internet of Things.

Ele planeja e pode desenvolver aplicações para tomada de decisão, automação e controle de processos, além de sistemas embarcados e especialistas. E não apenas as empresas de TI precisam dos seus serviços, mas todas aquelas que contam com soluções computacionais para suportar suas atividades. Um pequeno comércio, uma grande indústria, um clube de futebol ou um banco são alguns exemplos de geradores de demanda para analistas.

Sua função é importante no desenvolvimento de soluções de integração, principalmente no cenário atual em que empresas têm buscado novos negócios, mediante aquisições ou parcerias. Em muitos casos são negócios globalizados, envolvendo aspectos legais e culturas diversificadas, exigindo do profissional a capacidade de dominar outros idiomas, superar limites e entender como adaptar os sistemas para atender a tal diversificação. São múltiplas plataformas, diferentes sistemas operacionais e variadas linguagens de programação, sendo frequente o uso de infraestrutura geograficamente dispersa ou contratada de terceiros.

Esse profissional moderno precisa conhecer bem a tecnologia e acompanhar sua inovação, ter boa noção de projetos e trabalhar usando metodologias que proporcionem padrões adequados de qualidade. Isso significa ser capaz de conceber uma solução aderente aos requisitos e identificar as oportunidades para o seu uso, mediante a familiaridade com diversos modelos de negócios e suas peculiaridades.

O analista e desenvolvedor de sistemas não é apenas um programador. Suas funções passam por conceber, desenvolver e manter sistemas a partir da coleta e interpretação de informações. Entre essas várias funções as empresas esperam que ele também possa identificar e corrigir falhas funcionais ou de desempenho, alinhando as aplicações com os requisitos de negócio, visando sistemas que sustentem seu planejamento estratégico.

A sua importância aumenta muito quando suas posturas, capacidade de comunicação, incluindo outras línguas, e metodologia de trabalho, produzem soluções computacionais completas, seguras, inovadoras e duradouras. Dentro das empresas, é um agente fundamental na transformação do problema de negócio em solução computacional.

Outra atribuição desse profissional, com grande evidência atualmente, é estar atento aos princípios de ética e responsabilidade de cada corporação, vinculados ao sistema legal ao qual está sujeita. Cada aplicação deve ser concebida e implementada levando em consideração tais princípios, de maneira incondicional. Destaca-se que o analista de hoje tem participação efetiva na manutenção dos processos de governança corporativa.

Em qualquer área de uma organização, a Tecnologia da Informação pode não resolver todos os problemas, mas é instrumento indispensável, uma poderosa ferramenta para facilitar sua solução. Dessa forma, um analista que tenha conhecimentos complementares nas áreas de gestão de projetos e metodologias de trabalho, dominando e usando eficientemente esse instrumento, torna-se um agente essencial para o sucesso dos projetos nas empresas.
O grande desafio do analista moderno não se limita apenas em implementar e manter as melhores soluções tecnológicas, mas sim em participar como elemento ativo do processo de mudança motivado pelo planejamento estratégico de uma empresa.


Anderson Milochi, professor titular e coordenador do Curso de Análise e Desenvolvimento de Sistemas da Faculdade de Tecnologia do Colégio Bandeirantes- Bandtec.

Tags:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top