Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Exclusão digital precisa de solução, afirma subsecretário da ONU

Postado em: 12/11/2007, às 22:21 por Redação

Há um grande hiato digital entre os países desenvolvidos e os países em desenvolvimento que precisa ser resolvido e a internet pode ser uma ferramenta poderosa no sentido de acelerar o crescimento de todas as nações. A avaliação é do subsecretário do Departamento de Assuntos Econômicos e Sociais da Organização das Nações Unidas (Desa/ONU), Sha Zukang.

Para ele, as novas oportunidades econômicas que a internet oferece têm uma clara ligação com o mundo social, principalmente em termos de liberdade de expressão e livre circulação de informação e idéias.

Os meios de diminuir a exclusão digital no mundo estão sendo discutidos no 2º Fórum de Governança da Internet, que acontece no Rio de Janeiro até a próxima quinta-feira (15/11).

Zukang, no entanto, considera que a Icann, órgão que controla a concessão de domínios de internet no mundo, ligado ao Departamento de Comércio dos EUA, ?funciona bem?, de modo geral. A sucessão da entidade é o principal assunto em discussão no fórum. A avaliação do subsecretário contrasta com a do ministro de Assuntos Estratégicos do Brasil, Mangabeira Unger, que destacou que a totalidade dos países, excetuando os Estados Unidos, não mais admite que uma única potência tenha a palavra final. Ele reiterou que os participantes do fórum devem exigir a participação na estrutura de governança da internet.

Zukang destacou que o evento visa trocar idéias e experiências e, depois, buscar metodologias melhores. Ele defendeu a proteção da propriedade intelectual na internet, salientando que ?sem a proteção dos direitos, não haverá incentivos ao desenvolvimento nem haverá inovações. E esse é um dos lados da moeda?.

Outro aspecto a considerar na governança da internet seria o custo de acesso para os países em desenvolvimento. Para chegar ao equilíbrio e a uma situação em que todos ganhem, Zukang sustenta que é preciso que haja estímulos à continuidade do processo de desenvolvimento de inovações e, ao mesmo tempo, que as nações emergentes tenham acesso às tecnologias necessárias para o seu desenvolvimento.

Em relação a denúncias de censura na internet em alguns países, como a China, o representante da ONU afirmou que ?todos nós somos a favor da liberdade da informação. Isso é algo básico nos direitos humanos. É por isso que a internet é útil?. Zukang alertou, por outro lado, que liberdade não significa ter direito a fazer qualquer coisa, referindo-se ao uso da rede mundial de computadores para a disseminação de idéias terroristas ou ainda de pornografia. ?Pelo que eu entendo, deve haver liberdade sim, mas também tem que haver um meio de regulamentar isso?, avaliou Sha Zukang.

Com informações da Agência Brasil.

Tags:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top