Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Ações da Adobe sobem mais de 10% após divulgação de resultados

Postado em: 12/12/2014, às 16:20 por Redação

Os resultados financeiros da Adobe Systems, fabricante de software de editoração eletrônica e design gráfico, referentes ao quarto trimestre e ao ano fiscal de 2014, encerrado em 28 de novembro, agradaram os investidores.

Um dia após a divulgação do balanço, as ações da empresa abriram o pregão desta sexta-feira, 12, na Nasdaq, cotadas a US$ 74, alta de 6,1% em relação ao fechamento do dia anterior. Por volta das 16h55 (horário de Brasília), as ações atingiram pico de US$ 77,18, elevação de 10,6%. Os papéis da companhia encerraram o pregão cotados a US$ 76,02, alta de 9%.

A companhia encerrou o quarto trimestre com lucro líquido de US$ 73,3 milhões, cifra 12% maior que os US$ 65,3 milhões registrados no mesmo período do exercício fiscal anterior. Na mesma base de comparação, a receita da companhia totalizou US$ 1,07 bilhão, alta de 3%, em relação a US$ 1,04 bilhão.

A receita arrecadada com assinaturas foi a maior obtida pela companhia, contabilizando US$ 628,9 milhões, com forte expansão de 74% em relação ao quarto trimestre do ano fiscal anterior. Já a receita arrecadada com a venda de produtos apresentou recuo de 42% e somou US$ 327,9 milhões obtidos, enquanto a obtida com serviços e suporte teve ligeira alta de 1,4%, totalizando US$ 116,4 milhões.

Considerando todo o ano fiscal de 2014, a Adobe registrou lucro líquido de US$ 253,5 milhões, queda de 12% em relação aos US$ 289,9 milhões apurados um ano antes. Já a receita da empresa cresceu 2,4% na mesma comparação e somou US$ 4,15 bilhões, contra US$ 4,05 bilhões.

Aquisição

A Adobe também anunciou que assinou acordo definitivo para adquirir o Fotolia, banco de imagens que permite a qualquer pessoa vender e comprar imagens para ilustrações de todo o tipo de documento, por US$ 800 milhões. O negócio deve ser concluído no primeiro trimestre do ano fiscal de 2015 da Adobe, a ser encerrado em fevereiro.

De acordo com a companhia, o Fotolia continuará a operar como um serviço independente e será integrado ao Adobe Creative Cloud, proporcionando aos atuais e futuros membros da Creative Cloud a capacidade de acessar e comprar mais de 34 milhões de imagens e vídeos, simplificar e acelerar o processo de design de forma significativa.

Fundada em 2004, a Fotolia atualmente opera em 23 países e tem sites em 14 idiomas.

Tags: , , , , , , ,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top