Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Google remove mais de 2 mil itens por mandados judiciais no Brasil

Postado em: 13/11/2012, às 16:49 por Redação

O Google divulgou nesta terça-feira, 13, em seu relatório de transparência, o número de pedidos de remoção de conteúdo recebidos entre janeiro e junho deste ano. O documento, atualizado semestralmente, separa as solicitações por país de onde vieram e aponta uma queda nos pedidos de remoção de conteúdos das páginas de seus serviços no Brasil, o que fez com que o país caísse da primeira para a terceira posição entre os países com maior número de solicitações de retirada de conteúdo. O número de pedidos de retirada baixou de 66, no primeiro semestre do ano passado, para 48 neste ano, dos quais 10% foram acatados.

O documento mostra, porém, que houve um aumento no número de mandados judiciais no país para retirada de conteúdo. Entre janeiro e julho deste ano o número total foi de 143 mandados, ante 128 registrados no mesmo período do ano passado.

Segundo o relatório, 70% dos pedidos foram atendidos totalmente ou parcialmente, totalizando 2.220 itens retirados. O Google ressalta que as solicitações governamentais para retirada de conteúdo são altas no Brasil em comparação com outros países e atribui isso, em grande parte, à popularidade do Orkut, site de relacionamentos cuja utilização é praticamente restrita ao território nacional.

A lista é encabeçada pelos Estados Unidos, com 209 mandados e 3.613 itens retirados, o que representa 46% de conformidade. Em segundo lugar aparece a Alemanha, responsável por 180 mandados e 1.050 conteúdos retirados, com taxa de 82%.

O Google destacou a crescente quantidade de pedidos judiciais para retirada de informações. "O número de requerimentos de governos para remoção de conteúdos de nossos serviços foi estável de 2009 a 2011. Porém, no primeiro semestre deste ano, houve um pico”, diz o relatório publicado no blog oficial da empresa. Ao todo, foram 1.791 mandados judiciais em todo o mundo, totalizando 17.746 páginas removidas.

Outro dado evidenciado pela companhia foram as solicitações governamentais para ter acesso a dados de usuários, que registraram uma tendência crescente de 2009 até o primeiro semestre deste ano, atingindo 20.938 pedidos. O Google informa que foram abertas as informações de 34.614 contas de usuários em diversos países.

Tags:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top