Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Faltam largura de banda e tecnologias para empresas mergulharem na transformação digital

Postado em: 13/11/2017, às 20:37 por Redação

No momento em que os CEOs e executivos do board requisitam uma rápida transformação para os modelos de negócios digitais, um estudo global realizado pela Commvault e a Quadrant Strategies revela uma lacuna entre as expectativas de gerenciamento e a prontidão das organizações de TI em atendê-las. O estudo 'Measuring IT's Readiness for Digital Business' ouviu 1.200 profissionais de TI em seis mercados globais, mostrando que, embora muitos líderes reconheçam a necessidade de conduzir suas empresas digitais através da transformação digital, as equipes de TI sentem que não possuem competência, tecnologia e largura de banda para criar uma base de dados centralizada, fundamental para a mudança digital e a inovação.

À medida que as organizações públicas e privadas se transformam em empresas digitais modernas, há uma modificação no mercado de TI: sair de uma abordagem centrada na infraestrutura para uma centrada em dados. E acelerar ainda mais esta mudança é necessário em ambientes multi-cloud, a fim de melhorar a prevenção e a recuperação contra ataques cibernéticos, cumprir os novos regulamentos de privacidade de dados e usar análises para gerar melhores perspectivas de negócios.

As descobertas do estudo indicam ainda que está em curso a mudança para uma abordagem mais holística do gerenciamento de dados e uma estratégia baseada em dados para impulsionar a inovação e a diferenciação competitiva. As principais conclusões da pesquisa evidenciam:

• A importância dos dados: mais de 50% dos entrevistados consideram "melhor coleta e gerenciamento de dados" e "novas ferramentas para analisar dados cada vez mais sofisticados" como essenciais para o sucesso de seus negócios;

• Falta de acesso aos dados: mais de 60% dos entrevistados, incluindo os líderes de TI, acreditam ter acesso a menos da metade dos dados de suas organizações;

• Percepção de gap: enquanto 41% dos líderes entendem que suas organizações estão preparadas para a inovação (número surpreendentemente baixo), apenas 29% do pessoal de TI acredita no mesmo. Além disso, mais de um terço das equipes de TI considera que os líderes se sentiriam preocupados, ansiosos ou em pânico se soubessem mais sobre seu departamento de TI. Enquanto outros 16% disseram que ficariam infelizes, irritados ou descontentes;

• Falta de largura de banda: a maioria dos líderes de TI prioriza as operações do dia a dia com a inovação, e o pessoal da área segue sua liderança;

• Falta de habilidades: mais de 50% das equipes de TI acreditam que seus papeis mudarão radicalmente e eles precisarão adquirir novas habilidades para continuarem relevantes;

• Falta de tecnologia: mais de dois terços dos entrevistados acreditam que suas organizações não estão preparadas para migrar para a nuvem, protegendo esses dados ou reunindo todos os dados da empresa;

• Falta de compromisso em colocar a visão na prática: mais de 40% das empresas ainda não possuem um plano formal e proativo para a transformação digital.

O estudo foi realizado em outubro de 2017, ouviu 450 líderes e 750 funcionários de TI, distribuídos uniformemente entre Canadá, França, Alemanha, Japão, Irlanda, Reino Unido e EUA.

Tags: , , , , , ,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top