Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

SAP reforça novo posicionamento e passa a atuar com outsourcing de TI

Postado em: 14/05/2013, às 22:22 por Fabiana Rolfini, de Orlando, Flórida

A SAP reforçou nesta terça-feira, 14, durante o Sapphire Now 2013, principal evento anual da companhia, realizado em Orlando, na Flórida, sua estratégia para ampliar o portfólio de soluções, deixando claro a intenção em desvencilhar-se da imagem de fabricante exclusiva de software de gestão integrada (ERP). No primeiro dia do encontro, a companhia revelou o ingresso no mercado de outsourcing de TI com o lançamento da plataforma Hana Enterprise Cloud, nova modalidade da plataforma SAP Hana, tecnologia em memória para gestão de negócios.

A companhia passará a oferecer ao mercado infraestrutura de TI como serviço (IaaS, na sigla em inglês), independentemente de o cliente já operar com a plataforma Hana ou com outro tipo de solução. Tendo como lema "inovação sem interrupção", a ideia é oferecer suporte a aplicações de missão crítica sem riscos e que proporcione uma melhor tomada de decisão, e assim posicioná-la como empresa B2B2C (business to business to consumer).

De acordo com o vice-presidente de Inovação da SAP para América Latina e Caribe, Luis Verdi, o novo serviço em nuvem será oferecido primeiramente em mercados mais maduros como os EUA, onde a companhia possui quatro data centers, e na Europa, cujos data centers estão alocados um na Inglaterra e outro na Alemanha. "A partir da aceitação do mercado, comercializaremos a solução na região da Ásia-Pacífico e, por fim, na América Latina, possivelmente entre o fim deste ano e início de 2014", disse. No Brasil, a empresa avalia a possibilidade de construir um data center dedicado à oferta desse serviço, mas não definiu data e local para sua implantação tampouco a cifra a ser investida no projeto.

América Latina

O lançamento do Hana Enterprise Cloud vai ao encontro da estratégia específica para a América Latina da SAP, que é expandir a receita com a venda de soluções de inovação, mais do que com venda de software. No ano passado, ERP representou 32% da receita com a venda de software na região, enquanto inovação, que inclui soluções de mobilidade e inteligência analítica, respondeu por 68%. A expectativa é que o número cresça para 73% neste ano. Verdi acredita que os segmentos de varejo e financeiro serão os primeiros na América Latina a adotarem o SAP Hana Enterprise Cloud, pela necessidade de obterem retorno rápido, em tempo real, a partir da análise das operações de negócios com base no amplo volume de informações detalhadas.

Hoje, considerando o desempenho de receita e número de clientes, o Brasil lidera o mercado na região, seguido pelo México, Colômbia, Chile e Argentina. A expectativa de boa aceitação do novo serviço em cloud no mercado nacional é elevada. Neste ano, a estratégia de negócios da SAP Brasil, segundo o presidente Diego Dzodan, também está focada na inovação. No último trimestre, as vendas de soluções de inovação no país foram 72% superiores às registradas um ano antes. Isso fez com que representassem 83% de participação na receita total da SAP Brasil, enquanto os sistemas ERP responderam por 17%. "O Brasil tem grande potencial para acelerar a adoção do Hana Enterprise Cloud, por ser um país inovador, que se sobressai no interesse por novas tecnologias", afirmou o executivo. Ainda de acordo com Dzodan, a subsidiária brasileira também pretende expandir a regionalização da sua operação com foco nas regiões Sul, Nordeste e Centro-Oeste.

* A jornalista viajou aos Estados Unidos a convite da empresa.

Tags: , , , , , ,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top