Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

DeviceLab recebe investimento de R$ 2,3 milhões

Postado em: 14/09/2017, às 21:45 por Redação

A carioca DeviceLab receberá aporte de R$2, 3 milhões do Fundo Criatec3, fundo de apoio ao empreendedorismo e inovação para o desenvolvimento de empresas early stage no Brasil, gerido pela Inseed Investimentos. A startup tem como missão melhorar a experiência das pessoas com seus smartphones e tablets por meio de avaliações realizadas de forma automatizada com software proprietário.

Alexandre Alves, diretor de prospecção da Inseed Investimentos, explica que a DeviceLab foi escolhida por ser pioneira na avaliação de aplicações e interfaces digitais em diferentes devices e ambientes online. "Avaliamos mais de 900 empresas nos últimos meses e agora estamos com 8 empresas em fase final de efetivação de investimento. A DeviceLab é a primeira startup da região sudeste que anunciamos investimento do Criatec 3". O principal produto da Companhia é o Blink, plataforma na nuvem que acessa e executa scripts de testes em celulares reais de forma automatizada. "Ele integra tecnologias simplificando e reduzindo custos e tempo de execução de testes de aplicativos. Controlado remotamente, ele usa centenas de aparelhos reais e pode ser operado por funcionários sem conhecimento em programação", explica Alexandre. Entre os clientes da DeviceLab destaque para Globosat, M4U (do Grupo Cielo) e UBook

Para Leandro Ginane, CEO da DeviceLab, o aporte será direcionado ao P&D, marketing e vendas, além de lançamento de uma nova plataforma que irá auxiliar empresas menores a testar seus aplicativos. "Com o investimento do Criatec 3, conseguiremos ampliar nossa oferta para novos segmentos de mercado, que atualmente necessitam avaliar seus aplicativos em diferentes aparelhos reais e não conseguem. Um dos objetivos da DeviceLab é democratizar o acesso aos smartphones mais usados pelos usuários, para que possam ser utilizados em cloud para realização de testes antes mesmo do lançamento de um aplicativo, contribuindo assim com a nossa missão de melhorar a experiência das pessoas ao usar seus aparelhos no dia a dia, independente de classe social, modelo do celular, sistema operacional e qualidade de conexão à internet."

Empresa

A Companhia nasceu em 2012 no Rio de Janeiro, RJ, quando Leandro Ginane percebeu uma oportunidade de melhorar a qualidade da experiência das pessoas ao usar aparelhos móveis. Com o advento dos smartphones e tablets a diversidade de dispositivos, sistemas operacionais, versões e situações de uso tornaram complexo o desenvolvimento de aplicações que sejam compatíveis e funcionais com essa variedade de situações de uso. Nesse contexto diverso grande parte das empresas já apontavam a necessidade de garantir excelência de exposição de seus produtos e marcas nesses novos canais, porém esse objetivo não estava sendo satisfeito devido a dificuldade em reproduzir o contexto de uso das pessoas para que os aplicativos fossem avaliados no mesmo cenário de uso real antes mesmo de serem lançados.

O CEO reforça ainda que a multiplicidade de ambientes para realização de testes torna complexa a tarefa para as empresas de garantir que os aplicativos sejam disponibilizados sem falhas para o cliente.

Empreendedores

Outro sócio da empresa é João Souza, especialista em inovação com longa experiência em integração de soluções de software-hardware e automação de grandes bancos. Ele começou sua jornada empreendedora com a empresa Sisnav, que atuava no desenvolvimento de software para imagens e atendia clientes públicos de grande porte como Ministério da Aeronáutica, Marinha e Universidades Federais. Em 1993 fundou a Volans, focada em projetos de automação e integração hardware-software em grandes empresas e bancos como Santander, Bradesco, Caixa, Intel, TecBan, C&A, Toyota, dentre outras.

O conhecimento adquirido ao longo de mais de 20 anos no desenvolvimento de ferramentas de integração com tecnologias que abordam questões críticas para um banco como segurança e anti-fraude, chamou a atenção do Leandro quando este estava iniciando o projeto da DeviceLab.

Para o diretor da Inseed Investimentos, Alexandre Araújo, as duas competências unidas possibilitaram o desenvolvimento de um produto simples, porém com tecnologias relevantes, não triviais e de alto valor para empresas que buscam a excelência na interação entre as aplicações móveis e seus usuários.

BR Startups

Em 2015 a DeviceLab foi escolhida para participar do programa de aceleração do MSW BR Startups – Fundo de Multi-Corporate Venture que congrega grandes corporações como a Microsoft, Qualcomm, Grupo Algar entre outras. "Nos tempos de hoje onde cada vez mais as grandes empresas buscam proporcionar a seus clientes uma experiência de usuário digital no mínimo igual ou melhor do que no mundo físico, a solução da DeviceLab passa a ser indispensável no desenvolvimento e teste de aplicativos para grandes massas de clientes. Por essa razão, e também por ser uma solução 100% brasileira que pode conquistar o mundo, em 2015 selecionamos a DeviceLab, através do Investimento da Acelera Partners na Startup", mencionou Richard Zeiger, sócio da MSW Capital.

Tags: , , , , , , , ,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top