Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Venda de tablets mais que triplica no Brasil

Postado em: 14/11/2012, às 16:03 por Redação

Sonho de consumo de boa parte dos brasileiros, os tablets continuam com as vendas em ritmo acelerado no país. Pesquisa divulgada pela GfK mostra que entre janeiro e agosto deste ano houve um aumento de 267% nas vendas desses dispositivos na comparação com o mesmo período do ano passado. Segundo a consultoria, o índice foi impulsionado pela grande quantidade de tablets com preços inferiores ao iPad, da Apple, introduzidos no mercado e pela portabilidade.

A GfK projeta que a receita mundial da indústria do setor aumentará 49% até o fim do ano e 20%, em 2013. A tendência é que o consumo mundial de tablets com telas de 7 polegadas e 11 polegadas aumente 68%, passando de 63 milhões de unidades vendidas em 2011 para 106 milhões de dispositivos neste ano.

Os tablets também lideram a intenção de compra dos consumidores. Uma pesquisa online realizada pela GfK com 524 pessoas revela que 35% delas pretendem adquirir um tablet nos próximos seis meses. Os notebooks aparecem em segundo lugar na intenção de compra, com 33%, seguido por televisores, com 30%, e smartphone, 29%. Houve uma modificação no cenário em relação aos últimos seis meses, período em que 39% dos consumidores consultados compraram um celular, 31%, um televisor, 30%, um smartphone, 22%, um notebook e 16%, um tablet.

Para os consumidores, os atributos mais importantes avaliados na hora de adquirir um tablet são a capacidade de memória (61% dos entrevistados), o sistema operacional (59%), preço (56%), conectividade 3G (52%) e aplicativos específicos (49%).

Smartphone, a segunda opção

O relatório aponta que as vendas de smartphones no Brasil também subiram, 55%, no acumulado de janeiro a agosto em relação ao mesmo período do ano passado. A previsão de crescimento da receita é semelhante a dos tablets — 49% neste ano e 23%, em 2013. A quantidade de novos modelos de smartphones aumentou de 28 para 40, na mesma base de comparação. O estudo constatou que os consumidores preferem smartphones com telas entre 3 polegadas e 7 polegadas, sendo que a previsão é que sejam vendidos 700 milhões de aparelhos desses modelos neste ano, um avanço de 62%.

Para o consumidor que pretende adquirir um smartphone, o critério principal na hora da compra é o acesso à conexão Wi-Fi, empatado com bateria de longa duração (apontado por 61% dos entrevistados). O sistema operacional é importante para 56% dos consumidores e a marca do aparelho, para 52%. Já para quem vai adquirir um celular, o item principal para a decisão de compra é o preço, apontado por 61% dos consumidores, enquanto 56% preferem facilidade de uso.

Tags:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top