Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Orçamento do Ministério da Ciência e Tecnologia será 41,6% superior em 2012

Postado em: 14/12/2011, às 18:25 por Redação

O orçamento do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação para 2012 deverá ser de aproximadamente R$ 8,5 bilhões, o que representará um crescimento de 41,6% em relação ao de 2011, segundo informou o ministro da pasta, Aloizio Mercadante, durante reunião com conselheiros e diretores da Associação Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento das Empresas Inovadoras (Anpei).

"O governo Federal aportará R$ 1,5 bilhão e as emendas dos deputados somarão mais cerca de R$ 1 bilhão. O investimento feito em ciência, tecnologia e inovação tem efeito multiplicador, vai gerar mais riqueza e oportunidade", afirmou o ministro. Segundo ele, a crise econômica mundial não deve frustrar os planos da área de ciência.

O ministro informou ainda durante o encontro com dirigentes da Anpei que a Estratégia Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação, documento que deve nortear as ações e a política para a área até 2014, será apresentado para a presidente Dilma Roussef nesta quinta-feira, dia 15, durante a reunião do Conselho Nacional de Ciência e Tecnologia, em Brasília.

Segundo o ministro, o documento será avaliado pela Comissão de Ciência e Tecnologia, e será discutido com outros atores, como o setor privado. A estratégia define os macro objetivos para a área: onde o país pretende chegar em termos de produção científica, quais setores são portadores de futuro em tecnologia e inovação, quanto será investido em pesquisa e desenvolvimento (P&D) em relação ao Produto Interno Bruto (PIB).

Entre os setores estratégicos para a pasta estão o de tecnologia da informação e comunicação, biotecnologia, indústria espacial e da defesa, complexo industrial da saúde, cadeia de petróleo e gás, e biocombustíveis.
"Todos os setores estão definidos e com metas concretas, como geração de emprego de profissionais graduados e pós-graduados na indústria, metas de aumento do investimento em P&D", contou o ministro.

Tags:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top