Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Venda de chip para data center frustra balanço da Intel e ações caem mais 9% nesta sexta

Postado em: 15/01/2016, às 15:15 por Redação

Apesar do esforço da Intel para obter novas fontes de receita diante da forte desaceleração do mercado de computadores pessoais nos últimos dois anos o resultado não tem sido nada animador. E mesmo o seu negócio de fabricação de chips para data centers não tem produzido o retorno esperado, com a redução dos investimentos devido ao crescimento macroeconômico mundial fraco.

O sinal claro disso é que a receita da unidade de data center, que inclui as vendas de chips para servidores para uso em computação em nuvem, aumentou somente 5% no quarto trimestre de 2105. No período imediatamente anterior, elas haviam subido 12%. Já no segmento de chips para PCs, não houve surpresa. Ou seja, a receita caiu 1% em relação ao trimestre do ano anterior, confirmando os relatórios recentes dos institutos de pesquisas de queda acentuada nas vendas de laptops e desktops.

Em teleconferência com analistas para sobre os resultados do ano e do último trimestre de 2015, o diretor financeiro (CFO) da Intel, Stacy Smith, disse que a taxa de crescimento mais lento no segmento de data center veio da qualidade "irregular" de grandes promoções de servidores, que podem variar de trimestre para trimestre, mas que não houve qualquer mudança fundamental na demanda.

O lucro da fabricante de chips no ano caiu 2%, de US$ 11,7 bilhões em 2014 para US$ 11,4 bilhões em 2015. No quarto trimestre, a queda foi um pouco menor, de 1%, recuando de US$ 3,7 bilhões para US$ 3,6 bilhões. Já a receita em 2015 caiu 1%, de US$ 55,9 bilhões para US$ 55,4 bilhões, enquanto no quarto trimestre, aumentou (3%), passando de US$ 14,5 bilhões em 2014 para US$ 14,9 bilhões.

As ações da Intel que na quinta-feira, 14, haviam fechado com queda de cerca de 5% no after-hours trading, negociação após o fechamento da Nasdaq, abriram esta sexta feira em baixa, após a divulgação dos resultados, tendência que se manteve no decorrer do dia, fazendo com que encerrassem o pregão com recuo de mais de 9%, negociadas a US$ 29,76. O pico de baixa, no entanto, foi logo após a abertura do pregão normal, quando chegaram a ser negociadas a US$ 29,72.

Durante a teleconferência com analistas, Brian Krzanich, presidente-executivo (CEO) da Intel, disse que o desempenho financeiro da empresa reflete os sinais de fraqueza da economia da China. No geral, porém, ele argumentou que os resultados recentes provaram que a estratégia de redução da dependência da Intel sobre as vendas de PCs está funcionando. Segundo ele, a receita agora vira das novas prioridades do mercado que são servidores empresariais, chips de memória e a tendência da chamada Internet das Coisas (IoT, na sigla em inglês), que responderam por quase 40% da receita da empresa no ano passado.

Para o atual trimestre, a empresa prevê uma receita de cerca de US$ 14 bilhões, ou US$ 14,1 bilhões, quando ajustada a alguns itens relacionados a aquisições.

Tags: , , , , , , , , , ,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top