Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Brasileiros querem medidas de segurança nas Olimpíadas e a Copa do Mundo

Postado em: 15/05/2012, às 18:00 por Redação

A maioria dos brasileiros pesquisados para a mais recente edição do Índice de Segurança Unisys apoia a implementação de medidas de segurança mais fortes para a Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas de 2016.
O Índice, uma pesquisa semestral que mede as preocupações dos brasileiros sobre questões de segurança, constatou que 68% dos entrevistados são a favor de um maior controle nas fronteiras internacionais, aeroportos e outros acessos. Além disso, 60% concordam com a melhoria no compartilhamento de informações sobre os cidadãos entre as agências governamentais como forma de reforçar a segurança durante estes eventos.
Quase metade dos entrevistados (49%) também apoiam providências como a introdução de equipamentos eletrônicos de scan corporal em locais públicos e uso de controles biométricos, como scans faciais, impressões digitais ou exames de íris, em fronteiras e aeroportos.

Compras online e internet banking


Em resposta a uma pergunta específica sobre como os brasileiros se sentem e se comportam em relação à segurança quando fazem compras online ou acessam suas contas bancárias via Internet, 82% dos entrevistados disseram que preferem ir pessoalmente a uma loja ou agência bancária ou realizar a transação por telefone. Apenas 8% disseram não se sentir seguros com transações online, mas de qualquer forma assumem o risco ao realizá-la.


Uma pequena parcela (5%) respondeu que se sente segura fazendo compras online ou usando o internet banking depois de checar todos os procedimentos para garantir que não há risco. Apenas 2% afirmaram que confiam sem reservas no website de seu banco e nos sites de compras em que navegam.
Quando questionados sobre suas preocupações em geral referentes a vulnerabilidade de sites de compras online e de internet banking, 42% dos brasileiros entrevistados responderam que estão seriamente preocupados com esta questão, em comparação com 54% pesquisados há um ano.
O Índice de Segurança Unisys no Brasil relatou um nível global de 176 pontos (em uma escala que vai até 300 pontos), o que indica grande preocupação da população com a segurança e a quarta pontuação mais alta entre os 12 países participantes da pesquisa. Os respondentes brasileiros disseram que seu nível mais elevado de preocupação estava na área de segurança nacional, que registrou 214 pontos no índice, o resultado mais alto de qualquer um destes 12 países.


Os entrevistados no Brasil também relataram níveis graves de preocupação nas áreas de segurança pessoal (roubo de identidade e segurança individual) e segurança financeira (fraudes com cartões bancários e compromissos financeiros). No entanto, apesar de responderem que não confiam totalmente nas transações online, eles estão – no geral – apenas moderadamente preocupados com a segurança da Internet (vírus, spam e operações online). O índice do Brasil com relação à segurança na internet foi de 117 pontos – na escala que vai até 300.

o estudo, as pessoas com formação universitária que responderam a pesquisa tendem a confiar mais em sites de comércio eletrônico e bancos online do que aquelas com grau de escolaridade mais baixo. Mas, ao mesmo tempo, os graduados estão mais preocupados com a segurança em transações eletrônicas (61%) e com vírus e spam (57%). Entre os entrevistados com educação até o ensino médio, essas taxas caem para 39% e 37%, respectivamente.


Já em relação à idade, os jovens parecem estar mais preocupados com a segurança de transações online do que os entrevistados de faixa etária mais avançada – 49% dos participantes da pesquisa com idade entre 18 e 24 anos se disseram seriamente preocupados, taxa que cai para 36% entre os entrevistados de mais de 65 anos.
O Índice de Segurança Unisys entrevistou 934 entrevistas pessoas no Brasil, porta-a-porta, em 70 grandes áreas metropolitanas de todo o país entre 20 de fevereiro e 12 de março de 2012.

Sobre o Índice

O Índice de Segurança Unisys é um estudo global, realizado semestralmente, que fornece insights sobre a percepção e as atitudes dos consumidores em uma ampla gama de assuntos relacionados à segurança. O Lieberman Research Group conduziu a pesquisa na América Latina, Europa e nos EUA; a Newspoll conduziu a pesquisa na Ásia-Pacífico. O Índice de Segurança Unisys entrevistou mais de 10.000 pessoas em 12 países: Austrália, Bélgica, Brasil, Colômbia, Alemanha, Hong Kong, México, Holanda, Nova Zelândia, Espanha, Reino Unido e Estados Unidos.

Tags:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top