Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Receita de computação em nuvem da Oracle cresce 51%

Postado em: 15/09/2017, às 18:48 por Redação

A cotação das ações da Oracle subiu quase 2% nesta quinta-feira, 14, após a empresa reportar ganhos mais fortes do que o esperado no primeiro trimestre de seu ano fiscal de 2018, encerrado em 31 de agosto. A receita da organização foi de US$ 9,2 bilhões contra os US$ 9,02 bilhões esperados pelos analistas, de acordo com a Thomson Reuters.

A empresa espera gerar algo entre 64 e 68 centavos de lucro por ação e crescimento de receita de 2% a 4% – com crescimento de receita de nuvem entre 39% e 42% em moeda constante para o segundo trimestre do ano fiscal de 2018.

Os analistas esperavam 68 centavos de lucro por ação em US$ 9,49 bilhões de receita, segundo a Thomson Reuters. Imediatamente após o CEO da Oracle, Safra Catz, anunciar os resultados, as ações da empresa caíram mais de 5% abaixo do preço de fechamento de US$ 52,79 por ação.

A receita do trimestre subiu 7% em relação ao ano passado. A nova receita de licenças de software continuou a diminuir, encolhendo 6% no trimestre. Por outro lado, a receita de nuvem registrou variação de 51% ano a ano. Há três meses, os executivos da Oracle disseram que esperavam que a receita da nuvem subisse entre 48% e 52% ano a ano no primeiro trimestre do ano fiscal de 2018.

A Cloud tornou-se tão importante para a Oracle que a empresa decidiu condicionar o bônus de executivos aos resultados da operação cloud. O crescimento foi imediato, sendo US$ 20 bilhões de receita total; US$ 10 bilhões em receita de software na nuvem; e US$ 10 bilhões em infraestrutura e plataforma de nuvem no ano fiscal.

Tags: , , , , , , , , ,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top