Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Gastos com infraestrutura de TI vão acelerar em 2017, diz IDC

Postado em: 16/01/2017, às 13:41 por Redação

Os gastos com infraestrutura de TI vão disparar ao longo de 2017, segundo a International Data Corp (IDC). A consultoria estima um crescimento de 18,2%, com o investimento total de US$ 44,2 bilhões. Desse montante, a maioria (61,2%) será feita por data centers de nuvens públicas, enquanto ambientes de nuvem privada (off-premises) contribuirão com 14,6% dos gastos.

Com o aumento da adesão à nuvem dentro dos data centers corporativos, os gastos com infraestrutura de TI para implantações de nuvem privada nas instalações crescerão 16,6%. Em comparação, os gastos com infraestrutura de TI tradicional, não-cloud, diminuirão em 3,3% em 2017, mas ainda representarão a maior parcela (57,1%) dos gastos com usuários finais.

Em 2017, os gastos com infraestrutura de TI para implantações off-premises em nuvem terão um crescimento de dois dígitos em todas as regiões, em um forte e contínuo movimento de terceirização dos recursos de TI.

No entanto, a maior parte dos gastos (57,9%) continuarão a ser feitos na infraestrutura de TI interna, combinando cloud privado local e TI tradicional no local. Nas configurações locais, todas as regiões esperam um movimento contínuo em direção às implantações de nuvens privadas, com encolhimento da participação de TI tradicional, não-cloud.

Os switches Ethernet serão o segmento de maior crescimento de gastos em infraestrutura de TI em nuvem, com crescimento de 23,9% em 2017, enquanto os gastos com servidores e armazenamento corporativo crescerão 13,6% e 23,7%, respectivamente.

Em todos os três segmentos de tecnologia, os gastos com implantações de nuvens privadas crescerão mais rápido do que a nuvem pública, enquanto os investimentos em infraestrutura não-cloud diminuirão.

A longo prazo, a IDC espera que os gastos com infraestrutura de TI off-premises em nuvem experimentem uma taxa de crescimento anual composta de cinco anos de 14,2%, atingindo US$ 48,1 bilhões em 2020. Os data centers de nuvens públicas representarão 80,8% desse valor. Combinado com a nuvem privada no local, os gastos globais com a infraestrutura de TI em nuvem registrarão crescimento composto de 13,9% e superarão os gastos com infraestrutura de TI não-cloud até 2020.

A infraestrutura de TI de nuvem privada local crescerá a uma taxa composta de 12,9%, enquanto os gastos com TI não-nuvem (no local e off-premises combinados) diminuirá 1,9% durante o mesmo período.

Tags: , , , , , , ,

1 Comentário

  1. Marcello Michetti disse:

    Para aumentar aderência na utilização de cloud por Datas Center Corporativos vejo a necessidade de investimentos na divulgação da segurança da informação, pois ainda existe grande resistência da maioria por desconfiar de quem pode fazer o acesso aos seus dados.

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top