Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

HPE desenvolve computador de alto desempenho para big data

Postado em: 16/05/2017, às 21:56 por Redação

A Hewlett Packard Enterprise apresentou um computador de memória única como um marco no projeto de pesquisa The Machine, que é o maior programa de P&D da história da empresa e tem como objetivo criar um novo paradigma chamado de computação centrada em memória — uma arquitetura customizada para a era do Big Data.

O protótipo contém 160 terabytes (TB) de memória, o que lhe permite trabalhar simultaneamente com os dados contidos em cinco vezes o total de livros da Biblioteca do Congresso Norte Americano — ou seja, cerca de 160 milhões de livros. Jamais havia sido possível armazenar e manipular conjuntos de dados inteiros desse tamanho em um sistema de memória única, e isso é apenas um vislumbre do imenso potencial da computação centrada em memória.

Capacidade 

Com base no protótipo atual, a HPE espera que a arquitetura possa facilmente ser expandida para um sistema de memória única na escala dos exabytes e, além disso, para um pool quase ilimitado de memória — 4.096 yottabytes. De forma contextualizada, isso equivale a 1.000 vezes todo o universo digital existente hoje no mundo.

Com essa quantidade de memória, é possível trabalhar com todos os registros digitais de saúde de todas as pessoas do mundo, todos os dados do Facebook, todas as viagens dos veículos autônomos do Google e todos os conjuntos de dados de exploração espacial ao mesmo tempo — obtendo respostas e descobrindo novas oportunidades em uma velocidade sem precedentes.

A computação centrada em memória coloca a memória, e não o processador, no centro da arquitetura de computação. Eliminando as ineficiências na forma como a memória, o armazenamento e os processadores interagem hoje nos sistemas tradicionais, a computação centrada em memória reduz o tempo necessário para processar problemas complexos de dias para horas, de horas para minutos e de minutos para segundos — para fornecer inteligência em tempo real.

Tags: , , , , ,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top