Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Alagoas cria projeto de inclusão digital

Postado em: 16/11/2009, às 12:45 por Redação

O governo de Alagoas vai implantar um projeto de inclusão digital que englobará a instalação de 60 postos de acesso gratuito à internet naquele estado até 2010. Batizado de DigitAlagoas, o programa tem sua primeira unidade prevista para ser entregue em dezembro, em um assentamento rural localizado na zona da Mata, a 80 quilômetros da capital Maceió.
Até 2010, a meta do DigitAlagoas é atender mais da metade dos municípios da região. Serão priorizados com a instalação dos primeiros 60 postos os municípios com menor índice de desenvolvimento socioeconômico. As parcerias, além das prefeituras, serão estendidas também à iniciativa privada.
O governo alagoano fornecerá todo parque tecnológico – computadores, impressora, link para conexão em banda larga – e a capacitação dos monitores. O imóvel onde funcionará o posto e a contratação de monitores são de responsabilidade do parceiro.
"O processo de inclusão digital e difusão do conhecimento que estamos implantando em Alagoas pretende massificar, de forma gratuita e democrática, o acesso às novas tecnologias, promovendo ações educativas, de estímulo ao empreendedorismo e ao desenvolvimento pessoal", afirma o governador de Alagoas, Teotonio Vilela Filho.
O modelo do projeto de inclusão digital a ser realizado pelo governo estadual de Alagoas é baseado no Acessa SP, programa de inclusão digital do governo de paulista. O programa DigitAlagoas segue também a iniciativa de levar a inclusão digital para as comunidades rurais. A exemplo dos postos do Acessa SP instalados em assentamentos rurais, no Mirante do Paranapanema, o programa de inclusão digital alagoano vai entregar sua primeira unidade em um assentamento no interior do estado, no município de Joaquim Gomes.
Com 5 mil assentados, que têm como principal fonte de renda o setor hortifrutigranjeiro, a comunidade rural terá mais uma alternativa de cultura e lazer. A unidade estará em funcionamento até o fim de dezembro, com dez computadores para usuários, que permitirão 3 mil acessos por mês. Para utilizar os computadores, o cidadão precisa apenas fazer um cadastro. Cada acesso terá duração de uma hora.
"Alagoas tem poucos municípios com estrutura para oferecer o acesso gratuito à internet banda larga. Temos a consciência de que esta realidade precisa tomar outro rumo, já que hoje a web é uma ferramenta fundamental para o desenvolvimento do cidadão", afirma o superintendente do Itec e coordenador do DigitAlagoas, Nelson Menezes.

Tags:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top