Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Rede social corporativa facilita a integração entre profissionais

Postado em: 16/11/2012, às 10:43 por Redação

O Grupo Confidare, que congrega as empresas de consultoria e gestão SianoRego e PHuman, anuncia que implantou a rede social corporativa SuaRede em seus escritórios, situados no Brasil e em Angola.

O projeto, que se iniciou em maio deste ano, foi conduzido pela área de Recursos Humanos da empresa e teve como objetivo facilitar a integração entre os mais de 50 profissionais localizados nos dois países. A estratégia, segundo Bruno Rego, diretor do Grupo Confidare, está alinhada com a prática de valorização das pessoas aplicada pela empresa. "Acreditamos que quando valorizamos os nossos talentos internos, aprimorando as suas competências técnicas e gerenciais, conseguimos reter estas pessoas na empresa".

A área de comunicação interna também foi beneficiada pela implantação da ferramenta, uma vez que hoje a divulgação de informações institucionais é centralizada na ferramenta. "Com a implantação da rede social corporativa a comunicação hoje é ágil e integrada. Informações importantes sobre o dia a dia das empresas agora são disponibilizadas na rede, facilitando a integração entre os colaboradores", afirma o diretor.

Este tipo de implementação é cada vez mais comum em empresas com profissionais alocados em vários locais. Rafael Ramos, sócio-diretor da Agência Trii, responsável pela plataforma SuaRede, afirma que os profissionais estão buscando formas de comunicação mais efetivas. "Temos casos de sucesso de empresas onde os próprios profissionais indicaram a utilização de uma rede social corporativa".

Um outro ponto que, segundo Ramos, facilita a implantação deste tipo de ferramenta, é a facilidade no seu uso. "Não faz sentido aprender uma nova interface, se os profissionais já utilizam as redes sociais públicas. O que propomos é utilizar o melhor de uma rede social pública, com as funcionalidades já conhecidas, mas num âmbito corporativo. Desta forma, a organização potencializa as chances de sucesso da iniciativa, uma vez que a interface e a forma de interação com o usuário já são conhecidas".

Tags:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top