Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Cresce o roubo de informações financeiras na internet

Postado em: 17/03/2006, às 18:38 por Redação

O último relatório divulgado pela Symantec sobre ameaças na internet aponta para uma mudança no perfil dos ataques praticados pelos hackers. Em vez de destruir dados, como vinha ocorrendo com freqüência, eles estão se concentrando em ações que visam o roubo de informações confidenciais que possam levá-los a obter lucros, sem, entretanto, deixar sinais de danos perceptíveis que alertariam os usuários.

A incidência desse tipo de crime digital consta do 9º volume do Symantec Internet Security Threat Report ? que traz análises sobre os ataques, os códigos maliciosos e outros riscos adicionais à segurança das redes ? relativo ao período de 1º de julho a 31 de dezembro do ano passado. Essa tendência já havia sido apontada na edição anterior do relatório, que constatou crescimento de 74% para 80% na taxa de vulnerabilidade da rede a ação de 50 amostras de códigos maliciosos mais perigosos.

?Os crimes na internet representam a maior ameaça dos dias atuais para os consumidores, para o estilo de vida digital e para os negócios on-line em geral?, afirmou o vice-presidente do Symantec Security Response & Managed Security Services, Arthur Wong.

Com base nas informações coletadas e considerando os relatórios anteriores, a Symantec sinaliza para um cenário sombrio aos usuários. As ameaças tendem a ficar cada vez mais sofisticadas e o roubo de informações confidenciais deve continuar crescendo graças a utilização do chamado crimeware ? ferramentas de software desenvolvidas para permitir fraudes on-line e roubo de informações de usuários domésticos e corporativos.

O documento da Symantec revela que os hackers mudaram a estratégia de ação. Em vez de ataques em massa a dispositivos de segurança tradicionais, como firewalls e roteadores, eles estão mirando em alvos regionais, como desktops e as chamadas redes bot (aplicativos e navegadores da web). As redes bot estão sendo cada vez mais utilizadas para atividades criminosas, tais como tentativas de extorsão baseadas na negação de serviço (DoS). A empresa observou uma média de 1.402 ataques de DoS, um crescimento de 51% em relação aos seis primeiros meses de 2005.

Essa tendência de crescimento vai continuar dada a vulnerabilidade dos aplicativos e dos navegadores da web. De acordo com a Symantec, 69% das vulnerabilidades reportadas no segundo semestre do ano passado afetaram as tecnologias de aplicações web, um aumento de 15% em relação ao período retratado no relatório anterior.

Segundo o Symantec Internet Security Threat Report, a China foi país que apresentou a maior taxa de crescimento (37%) de computadores infectados por bots, devido, muito provavelmente, à rápida expansão das conexões de internet de banda larga naquele país.

Tags:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top