Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Especificação de PC para compra governamental ganha nova versão

Postado em: 17/10/2007, às 19:35 por Redação

A Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação (SLTI) do Ministério do Planejamento divulgou a nova versão das especificações de referência para a aquisição de estações de trabalho nas versões básica, padrão e avançada. A informação está publicada no portal de tecnologia da informação do governo federal (www.comprasnet.gov.br/PortalCompras/portais/tic/livre/espec_padrao.asp).

O documento com as especificações passa por atualizações periódicas devido à velocidade na renovação dos componentes e dos requisitos dos computadores e ao surgimento de novas tecnologias. A atual versão vale até março de 2008 quando deverá passar por nova atualização.

Os padrões estabelecidos pelo governo têm o objetivo de facilitar o processo de aquisição de computadores, melhorar a qualidade dos equipamentos adquiridos pelos órgãos públicos e racionalizar o uso dos recursos públicos, além de obter ganhos de escala e evitar falhas nos editais de contratações nessa área.

Entre as principais alterações estão a recomendação de um desempenho mínimo (índices de benchmark do Sysmark 2004) de 150 para a estação básica, 200 para a estação padrão e 270 para a estação avançada; 1 GB (gigabyte) de memória RAM para a estação básica e padrão e 2 GB na avançada; 128 MB (megabyte) de memória de vídeo na estação básica e de 224 MB nas demais; e memória RAM DDR2-800 (mínima) para a estação avançada e DDR2-667 (mínima) para as demais. O padrão de placa de rede deve ser Gigabit Ethernet com a funcionalidade de autosense e a placa-mãe deve possuir um slot PCI Express X1 ou X16 nas estações padrão e avançada.

Desde a primeira versão, o documento recomenda que os computadores sejam compatíveis com o sistema operacional Linux (software livre). Para os órgãos que optarem pelo sistema operacional proprietário, sugere-se a utilização do Windows Vista Business ou Windows XP.

As especificações são recomendadas pela SLTI aos órgãos da administração federal direta, autarquias e fundações. Não há caráter de obrigatoriedade.

Também estão disponíveis no portal Comprasnet as especificações para aquisição de notebooks. O documento apresenta duas versões: uma que valoriza a questão da mobilidade, priorizando uma maior autonomia e leveza, e a outra se caracteriza por uma maior performance.

Tags:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top