Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Lucro do Yahoo tem queda de 4,8% no terceiro trimestre

Postado em: 17/10/2007, às 21:57 por Redação

O Yahoo registrou uma queda no lucro de 4,8% no terceiro trimestre. A companhia, que vem desenvolvendo um novo plano estratégico de longo prazo, diz que um dos fatores que influíram para o recuo foi o aumento dos custos do plano de compensação baseado em ações. O lucro no período foi de US$ 151,3 milhões, ante US$ 158,5 milhões obtidos no mesmo período do ano passado.

A receita foi de US$ 1,77 bilhão, ante US$ 1,58 bilhão no mesmo trimestre de 2006. Excluindo o pagamento de comissões de publicidade a parceiros, a receita foi de US$ 1,23 bilhão. O Yahoo disse que as receitas provenientes de publicidade veiculada em sites afiliados caíram ligeiramente em relação há 12 meses atrás. A empresa também disse que os custos para o plano de compensação baseado em ações aumentou 20%, para US$ 145,5 milhões, durante o trimestre.

O Yahoo tinha elevado as expectativas para o período. Em julho, porém, a empresa reduziu suas estimativas de vendas, dizendo a comercialização de publicidade tinha sido morna. A empresa também diminuiu sua projeção de receita para o ano, a qual previa, após os pagamentos aos parceiros, que ficaria entre R $ 4,95 bilhões e US$ 5,45 bilhões, para US$ 4,89 bilhões e US$ 5,19 bilhões.

Jerry Yang, a Yahoo co-founder who became CEO in June, said that over the past three months, the company has "made progress in sharpening our focus and improving our execution." Investors have been awaiting the results of Mr. Yang's 100-day strategic review of the company, though prospects for major changes have dimmed.

Segundo Jerry Yang, co-fundador do Yahoo que foi readmitido como CEO em junho, nos últimos três meses a empresa tem "progredido para ajustar nosso foco e melhorar a execução da nossa estratégia." Os investidores têm aguardado os resultados do prazo de 100 dias, solicitado por Yang quando retornou à empresa, para a revisão estratégica, mas a perspectiva de grandes mudanças desse quadro não tem sido nada animadora.

Tags:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top