Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Programa de reciclagem da Itautec encerra 2011 com resultado recorde

Postado em: 18/06/2012, às 20:50 por Redação

A Itautec encerrou o ano de 2011 com um incremento significativo em seu programa de reciclagem para resíduos gerados por aparelhos eletrônicos obsoletos. No período, 4.134 toneladas de resíduos eletroeletrônicos foram destinadas para reciclagem. Estes materiais podem, posteriormente, retornar ao mercado como matéria-prima de outras cadeias produtivas. O número representa um acréscimo de 8% no montante de e-waste e placas eletrônicas destinados para reciclagem pela companhia em relação ao ano anterior, quando foram registradas 3.842 toneladas – o maior número até então alcançado pelo programa.

“O crescimento resulta da ampliação do processo de reciclagem de eletroeletrônicos com clientes Pessoa Jurídica e também Pessoa Física, além da regulamentação da Lei 12.305/10, a lei de resíduos sólidos. A cada ano, os resultados são mais expressivos e revelam os esforços da Itautec em promover e estimular ações efetivas de respeito ao meio ambiente”, comenta Ricardo Bloj, vice-presidente de Operações da Itautec.

O volume reciclado equivale a cerca de 122 mil desktops (1.118 toneladas provenientes de produtos de computação) e 3,5 mil ATMs (totalizando 3.016 toneladas desses equipamentos, cujo peso unitário é de mais de 700 kg). Desse montante, 50 toneladas de placas eletrônicas foram encaminhadas para reciclagem fora do país, já que o Brasil ainda não possui tecnologia certificada disponível para o processo. Os demais materiais foram 100% reciclados por empresas brasileiras.

Como o volume de devoluções de consumidor final ainda é pequeno, a Itautec homenageou cada cliente, como parte do programa de incentivo, com um certificado de reconhecimento e valorização da iniciativa. Também foram enviados relatórios fotográficos do processo de desmontagem e preparação para reciclagem dos equipamentos recebidos.

Também faz parte do Programa de Gestão Ambiental da Itautec o comprometimento com o uso consciente dos recursos naturais e a preocupação em desenvolver ações voltadas para a economia de energia e de matéria-prima, além da diminuição da geração de resíduos no processo produtivo da unidade fabril, localizada em Jundiaí, interior de São Paulo.

“Buscamos inserir os princípios de sustentabilidade na gestão de resíduos, ou seja, reaproveitando-os como matéria-prima em outros processos produtivos. O objetivo final é que absolutamente nada vá para aterros industriais ou sanitários. Hoje 92,7% dos resíduos seguem para reciclagem, já que apenas os resíduos orgânicos gerados no refeitório e na higiene pessoal não são reaproveitados. Todo o restante é separado e encaminhado para reciclagem. Ainda há muito por fazer para aprimorar o processo, mas trata-se de um trabalho permanente de melhoria contínua”, observa João Carlos Redondo, gerente executivo de sustentabilidade da Itautec.

Além das 4.134 toneladas de resíduos eletrônicos, o Centro de Reciclagem da Itautec recebeu também 800 toneladas de resíduos não eletrônicos, tais como madeira, papelão e plásticos – que também foram reciclados. No total, somando-se eletrônicos, não eletrônicos e materiais não recicláveis, o Centro recebeu 5.378 toneladas de resíduos.

“Além de proporcionar ganhos ambientais, a reciclagem é uma atividade que contribui financeiramente para a redução de custos com a gestão ambiental dos processos. A destinação ambientalmente adequada dos materiais recicláveis gera, para alguns materiais, receita que auxilia a reduzir os custos da gestão de resíduos”, ressalta Redondo.

Histórico

A Itautec realiza o processo de reciclagem de eletroeletrônicos desde 2003, mesmo ano que o seu Programa de Gestão Ambiental, iniciado em 2001, foi certificado pela NBR ISO 14001. Nos últimos cinco anos, a empresa já destinou mais de 9.000 toneladas de resíduos eletrônicos para reciclagem. Os materiais são recebidos em suas 32 filiais, localizadas em todos os estados brasileiros. A iniciativa tem sido objeto de estudo de diversos centros de pesquisa do Brasil e do exterior – o que também tem proporcionado oportunidades de melhorias na metodologia.

Tags:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top