Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Consumerização alavanca mercado de MDM

Postado em: 18/11/2014, às 18:01 por Redação

O número global de empregados desenvolvendo atividade sob o modelo chamado de trabalho móvel e flexível, ou seja, que não necessita de um lugar fixo, está aumentando. Estudo internacional elaborado pela Censuswide a pedido do Oracle constatou que, além deste crescimento e salvo alguns segmentos de indústrias e economias como os Estados Unidos, as empresas em geral incentivam o uso da mobilidade, mas ainda engatinham na implementação de aplicativos móveis de forma simples, contextual do ponto de vista móvel e com um custo-benefício eficiente.

Jacinto Miotto - Diretor Executivo da Embratel e Claro Empresas – SP

Jacinto Miotto, Diretor Executivo da Embratel e Claro Empresas – SP

Algo que precisa ser rapidamente corrigido tendo em vista um outro estudo, feito pelo Gartner, segundo o qual até o final de 2014, 50% dos processos de negócio que envolvem tarefas humanas exigirá respostas em tempo quase real.

Exatamente por isso e para ganhar produtividade, grandes corporações estão aderindo ao uso da mobilidade em seus processos. No Brasil, em especial, os setores de alimentos, bebidas e farma se destacam, segundo a Embratel, como um dos maiores consumidores de serviços móveis, por exemplo.

Gestão dos ativos

A migração de aplicativos corporativos para plataforma móvel também encontra reflexos em um outro segmento, o de soluções MDM – Mobile Device Management, um pouco mais recente no Brasil. Um segmento que, de acordo com levantamento elaborado pela empresa de pesquisas Radicati Group, vem apresentando, no mundo, crescimento anual de 21%, devendo saltar de US$ 525 milhões em 2012 para US$ 1,123 em 2016.

Novamente, as grandes corporações se anteciparam na adoção de MDM. "Um dos focos do MDM é a segurança. A empresa pode definir quais aplicações no smartphone podem acessar o ambiente corporativo; e em caso de perda do equipamento, pode apagar completamente a informação que está no dispositivo", explica Jacinto Miotto, Diretor Executivo da Embratel e Claro Empresas – SP.

A operadora lançou recentemente uma oferta de serviço MDM, focada principalmente em segurança da informação. Uma forma de defesa dos dados corporativos, que estão cada vez mais vulneráveis, visto que a pesquisa feita pela Censuswide destaca que mais da metade dos entrevistados, 56%, trabalha num ambiente com maior mobilidade do que há dois anos e 40% acredita que essa é uma tendência que pode se tornar integral nos próximos dois anos.

Cada empresa, no entanto, pode apresentar uma necessidade específica em MDM e combinar, na estratégia de mobilidade, diversas funções para um gerenciamento eficaz, como: instalar os aplicativos necessários em todos os dispositivos (se de propriedade da empresa); permitir que se envie um comando para o dispositivo que o bloqueie / desbloqueie, verificar a localização do dispositivo e informar ao administrador; acesso seguro e serviço de nuvem habilitado e restrições acerca da sincronização e transferência de dados.

Tags: , , , , , , , , , , , ,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top