Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Vendas de PCs despencam 25% no Brasil no terceiro trimestre, aponta estudo

Postado em: 18/12/2014, às 13:19 por Redação

A venda de computadores pessoais no Brasil sofreu queda de 25% no terceiro trimestre deste ano na comparação com o mesmo período de 2013, segundo dados divulgados nesta quinta-feira, 18, pela empresa de pesquisa de mercado IDC. O resultado corrobora a projeção da consultoria de que as vendas de PCs no país em 2014 terão a pior queda já registrada desde o início das medições em 1990.

De acordo com o levantamento, entre julho e setembro deste ano, o Brasil vendeu cerca de 2,6 milhões de PCs, sendo que 62% das vendas no período foram de notebooks (aproximadamente 1,6 milhão) — queda de 23% na comparação com o terceiro trimestre de 2013 — e 38% foram de desktops (cerca de 974 mil), declínio de 28% na comparação com o terceiro trimestre de 2013.

Os números, segundo a consultoria, rebaixaram o Brasil para a 7ª colocação entre os maiores mercados de PCs no mundo. No segundo trimestre do ano passado, o país já havia passado do 4º para o 5º lugar, e, neste terceiro trimestre foi ultrapassado por Reino Unido e Índia.

"Já esperávamos um terceiro trimestre 'desafiador', pois as eleições impactam diretamente o mercado de PCs, não só pelas compras do setor público, mas também nos investimentos das empresas de uma forma geral", afirma Pedro Hagge, analista de pesquisa da IDC Brasil. Outra questão que puxou as vendas para baixo, segundo o analista, foi a concorrência com outros produtos. "Antigamente, o PC era o único dispositivo que permitia o acesso à internet. Atualmente, o acesso está disponível em tablets e smartphones, que são produtos mais baratos". Além disso, segundo Hagge, "os notebooks e desktops têm uma vida útil maior do que a de outros dispositivos, o que retarda o processo de troca."

Para o quarto trimestre, a expectativa da IDC é que o volume de vendas cresça na comparação com o terceiro trimestre, porém, ainda longe de ser um desempenho como o registrado em anos anteriores. "Neste período de Black Friday e Natal, vemos um movimento de fabricantes e varejistas focando em outros produtos, como tablets e smartphones", diz Hagge.

Para 2015, a consultoria estima que o mercado apresente uma leve recuperação e cresça 1%. "O ano de 2014 representa um divisor de águas para os PCs. O aumento é pequeno, mas sair desse cenário de queda já é algo importante, pois estamos com o mercado em declínio há três anos seguidos", diz.

Segundo o analista da IDC, uma tendência para os próximos anos que merece ser destacada é a de notebooks conversíveis. Apesar de poucas unidades vendidas neste 3º trimestre, a IDC Brasil acredita que até 2018 essa categoria representará 8% das vendas de notebooks.

Tags: , , , , , , , ,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top