Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Ano de 2009 foi o segundo melhor desde 2000

Postado em: 19/01/2010, às 19:05 por Redação

O mercado brasileiro de telefonia móvel não dá sinais de arrefecer. Ao final do ano passado o Brasil atingiu a marca de 173.959.368 de acessos do SMP (Serviço Móvel Pessoal), o que significa um crescimento de 23.317.965 de novos acesso no ano. Dessa forma o ano de 2009 foi o segundo melhor ano em novas habilitações, atrás apenas do ano de 2008 que teve 29.661.300 de novos chips vendidos.
O ano de 2009 ainda trouxe outro recorde para o segmento. O mês de dezembro – que teve mais de 4,20 milhões de novas habilitações – é o terceiro melhor mês de dezembro desde 2000, atrás apenas de dezembro de 2007 e dezembro de 2004. O mês de dezembro de 2009 foi o melhor resultado mensal do ano, sendo 44% maior do que o de maio (2.905.170 acessos), o segundo colocado de 2009.
Teledensidade
No fim do ano, o Rio Grande do Sul se tornou a quinta unidade da federação a superar a barreira de um celular por habitante. Com 10.980.469 de acessos móveis, o estado possui índice de 100,49 acessos por 100 habitantes. São Paulo, Rio de Janeiro e Mato Grosso do Sul superaram a marca em julho de 2009, e o Distrito Federal, em maio de 2005.
Também merece destaque o crescimento em teledensidade obtido pelos estados do Norte e Nordeste, que tiveram os cinco melhores resultados de 2009. No Brasil, a teledensidade é de 90,55 (crescimento de 2,4% em dezembro).
Market share
A Vivo mantém-se na liderança do mercado brasileiro de
telefonia celular, com 29,75% de market share (ante 29,57% no mês anterior). Em seguida, os principais players são Claro com 25,52% (ante 25,42% no mês de novembro), TIM com 23,63% (ante 23,75% em novembro), Oi (incluindo BrT) com 20,73% (ante 20,89% no mês anterior), CTBC Telecom Celular com 0,31% e Sercomtel com 0,05%. A Unicel registrou participação de mercado de 0,01%.

Tags: ,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top