Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Lula lança programa de desenvolvimento da nanociência

Postado em: 19/08/2005, às 14:53 por Redação

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva lançou hoje pela manhã, em Campinas (SP), o Programa Nacional de Desenvolvimento da Nanociência e Nanotecnologia. A iniciativa integra as ações da política industrial, tecnológica e de comércio exterior do governo federal e visa a estimular pesquisas de novos produtos e materiais em escala nanométrica, ou seja, com estruturas do tamanho do átomo.

Participam da cerimônia, na sede do Laboratório Nacional de Luz Síncroton (LNLS), os ministros Sergio Rezende, da Ciência e Tecnologia (MCT), e Luiz Fernando Furlan, do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, segundo informações da Agência Brasil da Radiobrás.

Para este ano, o governo reservou R$ 71 milhões para o programa, que serão investidos em projetos de jovens pesquisadores e na implantação de laboratórios. O Programa Nacional de Desenvolvimento da Nanociência e Nanotecnologia vai trabalhar, ainda, para o fortalecimento da rede de pesquisa sobre o tema, que é integrada por instituições do MCT, 70 universidades públicas e privadas, dezenas de empresas e mais de mil pesquisadores.

Segundo Lula, o governo federal tem investido em projetos para a inovação tecnológica, ao contrário do que aconteceu nos anos 90 "quando as verbas para a pesquisa minguaram e foi intensa a desnacionalização dos setores industriais". Como exemplos, ele citou a reforma universitária e a criação de 32 extensões de ensino superior nas regiões mais carentes do país.

Após a cerimônia no Laboratório Nacional de Luz Síncroton, o presidente seguiu para o município de Hortolândia, na região de Campinas, onde visitou uma unidade da IBM do Brasil para inaugurar o Centro de Tecnologia da Informação da multinacional. O centro tem como finalidade buscar soluções em tecnologia para os setores industrial, automotivo brasileiro e de outros países. A empresa deve empregar cerca de 9 mil pessoas nos próximos dois anos.

Durante seu discurso, Lula ressaltou que o governo tem investido na indústria de informática. Segundo ele, a idéia é exportar US$ 2 bilhões em serviços e software livre até o fim de 2007. A inclusão digital é outra meta. Lula citou o projeto Casa Brasil ? telecentro comunitário equipado com, no mínimo, dez computadores com conexão de alta velocidade e software livre ? em regiões pobres do país, e falou ainda sobre a ampliação do programa Computador para Todos, que cria linhas de financiamento para a compra de computadores de até R$ 1.400.

À noite, em São Paulo, o presidente comparece a jantar em homenagem aos eleitos para a presidência e a diretoria-geral do Instituto de Estudos para o Desenvolvimento Industrial (Iedi). (Com informações da Agência Brasil da Radiobrás)

Tags:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top