Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Governo injeta R$ 500 milhões em nova fábrica de chips

Postado em: 19/11/2012, às 11:10 por Redação

Como parte de seu plano para aumentar o índice de componentes locais nos PCs, celulares, tablets e televisores fabricados no país, o governo vai investir na construção de mais uma fábrica de semicondutores. O ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Fernando Pimentel, anunciou nesta segunda-feira, 19, em Belo Horizonte, a instalação da SIX Semicondutores, que, segundo ele, será uma das mais modernas do hemisfério Sul.

A nova fábrica, que exigirá investimento de R$ 1 bilhão, é fruto de associação entre o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), o Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG), a IBM, a Matec Investimentos, a Tecnologia Infinita WS-Intecs e a SIX Soluções Inteligentes, empresa do grupo EBX, do empresário Eike Batista. A SIX Soluções Inteligentes e o BNDESPar, braço de participações acionárias do BNDES, terão, cada um, 33% de participação na nova companhia, investindo o mesmo valor – R$ 245 milhões – no empreendimento. A Finep aportará R$ 202 milhões em financiamento, sendo parte proveniente de recursos do Funttel, fundo para o desenvolvimento das telecomunicações.

O BNDES também financiará R$ 267 milhões, sendo R$ 202 milhões na modalidade direta e R$ 65 milhões repassados pelo BDMG, que terá 7,2% das ações, por meio da subsidiária BDMGTEC, criada especificamente para atuar na SIX Semicondutores. O financiamento do BNDES é o primeiro a ser enquadrado no subprograma “Projetos Transformadores” do PSI. A SIX foi incluída no subprograma, que oferece condições especiais para empreendimentos em setores de alta tecnologia.

A fábrica será instalada em Ribeirão das Neves, na região metropolitana de Belo Horizonte, para produzir chips com aplicação na indústria e na área médica. A unidade vai gerar 300 empregos diretos e terá como objetivo o atendimento a nichos de mercado, produzindo circuitos integrados customizados.

O projeto e a construção da unidade industrial estão sob a responsabilidade da Matec Engenharia e Construções, que contará com o apoio da Kinetics Germany Gmbh. As obras foram iniciadas no primeiro semestre deste ano e a previsão é que o trabalho esteja concluído no fim de 2014. Quando estiver em operação, a nova empresa deverá gerar 300 empregos diretos. A IBM entra como parceira do projeto e fornecerá especialistas da companhia de todo o mundo, que contribuirão com sua expertise e apoiarão o processo de desenvolvimento e implantação da nova fábrica.

No ano passado, o déficit da balança comercial do setor eletroeletrônico ficou em US$ 27,3 bilhões, segundo a Abinee, associação dos fabricantes do setor. Somando semicondutores, componentes para telecomunicações e componentes para informática, foram importados US$ 12,3 bilhões.

Tags:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top