Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Brasil tem maior alta em ranking de TICs na AL

Postado em: 19/12/2011, às 18:58 por Redação

O Brasil encerrou o terceiro trimestre com crescimento de 2% no Indicador da Sociedade da Informação (ISI), que mede o desenvolvimento tecnológico dos países da América Latina, segundo estudo divulgado nesta segunda-feira, 19, pela everis, consultoria de soluções de negócios e tecnologia da informação, em parceria com a IESE Business School da Espanha. No período, o Brasil atingiu 4,42 pontos no ISI. Apesar da expansão, Brasil vem apresentando um crescimento mais moderado.

De acordo com o relatório, a expansão foi impulsionada pelo segmento de tecnologias da informação e comunicações (TICs), cujo índice teve avanço de 12,4% na comparação com o mesmo período de 2010, o mais elevado dos últimos 11 anos. Os bons resultados de TIC são atribuídos ao crescimento da telefonia móvel. O Brasil também voltou a liderar a expansão na utilização de redes sociais – nos últimos doze meses, o número de usuários chegou a 96 para cada mil habitantes. Além disso, o número de assinantes de banda larga fixa chegou a 73 para cada mil habitantes, crescimento de 17,5%.

Durante muitos anos os países da Europa e os Estados Unidos ocupam as primeiras posições no ranking de desenvolvimento e têm se destacado quando o assunto é crescimento nessa área. Neste ano, notou-se que os países da América Latina se beneficiaram dos altos e baixos da economia mundial – que é regida pelos países mais avançados – e saíram na frente, apresentando números consideráveis em novas tecnologias e comunicações, enquanto os países da Europa e EUA ficaram estagnados. Essa análise é corroborada nos resultados do ISI para a América Latina.

O estudo também apontou que no terceiro trimestre deste ano o ISI da América Latina bateu recorde histórico, ao registrar aumento de 2,4% na comparação com o mesmo período de 2010 e ficar na média de 4,49 pontos. Os países que obtiveram os maiores avanços foram Argentina, com alta de 5,8%, Chile e Colômbia, ambos com elevação de 4,2%.

Tags:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top