Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Conexões móveis devem chegar a cerca de 7 bilhões no mundo todo até o fim do ano

Postado em: 20/11/2012, às 11:18 por Redação

Até o fim do ano, o total de conexões móveis em todo o mundo deve chegar a 6,8 bilhões, com a penetração de assinantes de telefonia móvel atingindo 45%. É o que aponta relatório baseado em pesquisa de uso de dados e de crescimento econômico em 14 países, conduzida pela Cisco Systems, bem como em estudos da Deloitte e GSM Association (GSMA) sobre o impacto da telefonia móvel na produtividade, em 79 países, e sobre o impacto da penetração da tecnologia 3G, em 96 países.

O estudo destaca como os serviços de telefonia móvel de próxima geração, tais como a tecnologia 3G e serviços de dados móveis, impactam o crescimento econômico. Segundo a pesquisa, uma duplicação do uso de dados móveis resulta em um aumento de 0,5 ponto percentual na taxa de crescimento per capita do PIB nos 14 países pesquisados.

Países que se caracterizam por um nível mais alto de uso de dados por conexão 3G, tais como a Rússia, Reino Unido e Coreia do Sul, têm observado um aumento em seus crescimentos per capita do PIB de até 1,4 ponto percentual. O efeito é mais limitado em países onde o uso de dados móveis é menos predominante, tais como China, Índia, México e África do Sul. No Brasil, o aumento do crescimento per capita do PIB é de 0,6 ponto percentual.

O aumento das conexões 3G, baseado na proliferação de dispositivos habilitados por dados que permitem a conexão móvel com a internet, também resultou em um expressivo crescimento do uso de dados móveis. O uso total de dados móveis mais que dobrou, em média, todos os anos, de 2005 a 2010, em todos os 96 países na amostra. Nos EUA, por exemplo, o crescimento foi de 400%, enquanto nos países da Europa Ocidental, de 350%. Já em países como Brasil, Índia e China, o uso de dados móveis mais que dobrou anualmente, durante o período.

Tags:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top