Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Unicamp dá passo importante para desenvolver computador quântico

Postado em: 21/01/2010, às 14:39 por Redação

A Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) acaba de dar um passo importante para a construção de sistema computacional baseado nos conceitos da física quântica, que atualmente ainda se encontra na teoria. Se o desenvolvimento do computador quântico realmente se materializar, ele terá velocidade de processamento maior do que o mais avançado computador atual – exponencialmente maior.
A pesquisa, desenvolvida pelo Professor Walter Carnielli, do Centro de Lógica, Epistemologia e História da Ciência e do Departamento de Filosofia, e por seu orientando de doutorado, o colombiano Juan Carlos Agudelo, com bolsa da Fapesp, agência de fomento à pesquisa científica e tecnológica do governo de São Paulo, dá pistas para o avanço da informática quântica ao utilizar a lógica paraconsistente como fundamento para a elaboração de algoritmos voltados a esse modelo.
O trabalho foi realizado no âmbito do Projeto Temático "Logical Consequence and Combinations of Logics – Fundaments and Efficient Applications", apoiado pela Fundação e coordenado por Carnielli. A computação quântica é fundamentada em conceitos criados pela física quântica como o da superposição (quando uma partícula está em diferentes condições contraditórias simultaneamente) e do entrelaçamento (quando a alteração em uma partícula provoca o mesmo efeito em outra que se encontra distante).
Segundo Carnielli, assim como a física clássica não apresenta resposta para situações de contradição em sistemas físicos, tampouco a lógica booleana, na qual os computadores atuais se baseiam, consegue responder a configurações em que as cláusulas sejam contraditórias.
A solução encontrada pelos pesquisadores foi utilizar a chamada "lógica paraconsistente", capaz de obter resultados racionais mesmo nos casos em que duas ou mais condições não possam ocorrer (na lógica clássica) ao mesmo tempo. Por exemplo, um comando que indique virar à esquerda e à direita simultaneamente. "Ou, mais dramaticamente, a transmissão de informações contraditórias de velocidade ao computador de bordo, como no caso da queda do voo 447 da Air France. A falta de controle racional da contradição tem como consequência, num caso desses, o desligamento do piloto automático, obrigando o comandante a pilotar sem nenhum instrumento, o que é extremamente difícil", disse Carnielli.
Em sua tese de doutorado, intitulada "Computação Paraconsistente: Uma Abordagem Lógica à Computação Quântica", Agudelo criou um modelo teórico que pode inspirar a criação de softwares para os computadores quânticos. "Ao elaborar circuitos paraconsistentes, simulamos uma proposta de circuitos quânticos", disse Agudelo.
O pesquisador idealizou um computador que funciona com a lógica paraconsistente. Utilizando o esquema idealizado pelo matemático britânico Alan Turing (1912-1954), o cientista da computação esboçou uma máquina na qual corre uma fita dividida em células. A cabeça de leitura lê apenas uma célula por vez, a qual contém um sinal gráfico e um comando que corresponde a correr para a direita ou para a esquerda.
Na versão quântica, essa concepção moderna da máquina de Turing admite não um, mas um conjunto de posições que seriam inconcebíveis para a lógica clássica, como, por exemplo, um comando que faça a fita correr para a esquerda e para a direita simultaneamente. "Na lógica paraconsistente esses estados são superpostos, como se fossem empilhados", explicou Agudelo. Com informações da Agência Fapesp.

Tags:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top