Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Setor tecnológico de SC discute parceria com Governo

Postado em: 21/02/2007, às 16:18 por Redação

Presidentes das entidades representativas do setor de tecnologia da informação e comunicação de Santa Catarina ligadas ao CETIC-SC reuniram-se no último dia 15, com o secretário de Desenvolvimento Econômico e Sustentável, Jean Kuhlmann. A nova pasta criada pelo Governo do Estado será responsável pelos órgãos ligados ao setor de tecnologia como a Fundação de Apoio à Pesquisa Científica e Tecnológica do Estado de Santa Catarina (FAPESC), o Centro de Automação e Informática de Santa Catarina (CIASC) e uma diretoria de Ciência, Tecnologia e Inovação vinculada à nova secretaria.

A Secretaria de Desenvolvimento Econômico ainda não existe oficialmente na estrutura do Governo. O projeto de criação consta na Reforma Administrativa encaminhada à Assembléia Legislativa pelo governador do Estado, Luiz Henrique da Silveira, no início de fevereiro. O titular da futura pasta, Jean Kuhlmann, eleito deputado estadual ano passado, destacou na reunião com o CETIC-SC a importância do setor para a secretaria e para a economia do Estado.

Nas últimas semanas, o secretário participou de reuniões que definiram o texto final da Lei de Inovação Tecnológica de Santa Catarina e também da criação de diretorias específicas para a definição de políticas públicas de tecnologia da informação no Estado.

Desde a criação do Conselho de Entidades de Tecnologia da Informação e Comunicação de Santa Catarina (CETIC-SC), em setembro de 2005, os empresários iniciaram uma série de reuniões com secretarias como Planejamento e Fazenda, órgãos como a FAPESC e o CIASC. O novo secretário quer promover a continuação deste trabalho. "A intenção da Secretaria de Desenvolvimento Econômico é manter e ampliar esta parceria com a iniciativa privada do setor de tecnologia", apontou Kuhlmann. A ligação do secretário com o setor de tecnologia não se dá somente na esfera política. Kuhlmann foi técnico de processamento de dados em Blumenau, tendo trabalhado em algumas empresas de software da cidade.

Pauta em discussão

A aproximação entre empresários e Governo do Estado resultou numa pauta de negociação com diversos itens como compras públicas, financiamento para o setor, criação de novos parques e incubadoras tecnológicas, tributação, formação e capacitação de mão-de-obra, entre outros.

"Temos muito a avançar principalmente com relação a projetos de formação de mão-de-obra, umas das principais carências do nosso setor, que precisa de capital humano capacitado para continuar a crescer", aponta S.Thiago. Outra reivindicação destacada pelos empresários diz respeito a recursos para financiamento de empresas do setor.

"É necessário o imediato descontigenciamento do orçamento da FAPESC para que projetos de apoio ao setor produtivo possam ter seguimento. Um dos exemplos é o programa Juro Zero em Santa Catarina, desenvolvido pela FINEP, que espera a contrapartida de R$ 1 milhão para que o Governo Federal possa liberar mais R$ 10 milhões em financiamentos para empresas inovadoras catarinenses", afirma o presidente do CETIC-SC.

Após receber a pauta com as reivindicações e um documento que manifesta apoio das entidades do setor de tecnologia no Estado a sua Secretaria, Jean Kuhlmann afirmou que irá trabalhar objetivamente para a resolução de diversos pontos que estão em discussão. "Alguns deles devem estar presentes no planejamento estratégico que estamos desenvolvendo para a Secretaria", afirmou Kuhlmann.

Na estrutura da nova pasta também será criada uma diretoria de Ciência, Tecnologia e Inovação que irá tratar diretamente de assuntos de interesse do setor. O secretário afirmou ainda que irá estudar formas de destinar recursos do Programa de Desenvolvimento da Empresa Catarinense (PRODEC) para investimentos no segmento de tecnologia.

Participaram da reunião, além do presidente do CETIC-SC e da Associação de Usuários de Informática e Telecomunicações de Santa Catarina (SUCESU-SC), Heitor Blum S.Thiago, o presidente do Sindicato das Empresas de Informática de Santa Catarina (SEPROSC), Marcelo Lima, o diretor administrativo do Sindicato das Empresas de Informática da Grande Florianópolis (SEPD), Maurício Küster, o presidente da Associação Catarinense de Empresas de Tecnologia (ACATE), Alexandre d´Ávila da Cunha, o diretor de Telecomunicações da ACATE, Norberto Dias, o presidente da Associação das Empresas Brasileiras de Tecnologia da Informação – Santa Catarina (ASSESPRO-SC), Hugo Dittrich, e o superintendente da Fundação CERTI, Carlos Alberto Schneider.

Tags:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top