Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Vendas mundiais de PCs crescem 17%, afirma Gartner

Postado em: 21/10/2005, às 18:29 por Redação

Estudo do Gartner divulgado hoje (21/10) mostra que as vendas mundiais de PCs no terceiro trimestre de 2005 foram 17,2% maiores em relação ao mesmo período de 2004. Segundo Charles Smulders, vice-presidente do Gartner para Plataformas de Informática, preços baixos e mobilidade aceleraram a adoção e substituição de PCs. O crescimento total superou as expectativas de demanda dos mercados domésticos por portáteis.

De acordo com o estudo, a Dell continuou a liderar o mercado mundial de PCs no terceiro trimestre. Apesar de ter mantido a dianteira, pela primeira vez em sete anos a taxa de crescimento de embarques de PCs da fabricante ficou igual à média mundial. Os analistas do Gartner computam isso à política da Dell de procurar dar mais ênfase ao aumento dos lucros do que conquistar market share.

Diferentemente de sua concorrente, a HP registrou um crescimento das vendas mundiais significativamente maior que a média mundial. Entretanto, mesmo tendo experimentado um forte crescimento nos Estados Unidos, os resultados da empresa nas regiões da Europa, Oriente Médio e África foram decepcionantes.

No mercado americano, a HP vendeu um total de 17,9 milhões unidades no terceiro trimestre, um crescimento de 10,5% em relação ao mesmo período do ano passado. De acordo com o estudo, esse aumento se deveu à volta às aulas e a boa aceitação do mercado aos PCs móveis. ?O sólido crescimento do PC móvel no mercado residencial dos EUA indica uma expansão do número de residências com múltiplos PCs?, diz Mika Kitagawa, principal analista do grupo mundial de Plataformas de Informática.

Já para o analista do grupo de Plataformas de Informática do Gartner para Europa, Oriente Médio e África (EMEA), Ranjit Atwal, no quarto trimestre o mercado de PCs nessas regiões apresentará um crescimento robusto. ?No primeiro semestre do ano, verificamos uma queda significativa nos preços dos PCs e um impulso da demanda. No terceiro trimestre, os custos dos componentes ficaram estabilizados, o que favoreceu declínio dos preços dos PCs que, embora menos acentuado, manteve a demanda elevada. Isso pode significar que os preços para o consumidor final atingiram um ponto ideal, encorajando novos usuários a comprar seu primeiro PC?, avalia Atwal.

O levantamento mostra que na América Latina as vendas de PCs tiveram um aumento de 22%. Esse crescimento, segundo o Gartner, se deveu em boa parte aos programas de inclusão dos governos da região que reduziram os custos dos PCs, com destaque principalmente para as iniciativas do governo do Chile. O Gartner avalia que as vendas ao consumidor final na região continuarão em expansão e os preços em queda.

Estimativas preliminares de unidades vendidas nos EUA no terceiro trimestre*
(em milhares de unidades)

Empresa (Vendas (Market (Vendas (Market
3º tri.) share 3º) 4º tri.) share 4º)

Dell 5.505.7; 30,7%; 4.918.8; 30,3%
HP 3.430.0; 19,1%; 3.093.2; 19,1%
Gateway 1.070.0; 6%; 800.1; 4,9%
Lenovo 751.6; 4,2%; 721.0; 4,4%
Apple 744.4; 4,2%; 520.9; 3,2%
Outros 6.428.3; 35,9%; 6.173.0; 38,0%
TOTAL 17.930.0; 100%; 16.227.1; 100%

(*) Os dados não incluem as vendas de PCs de escritório, PCs móveis e servidores X86.
Fonte: Gartner/Dataquest (outubro de 2005)

Tags:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top