Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Windows 7 não significa 'boom' de vendas para indústria de PCs, diz Gartner

Postado em: 21/10/2009, às 11:19 por Redação

Embora seja quase inevitável que as empresas migrem para o Windows 7, novo sistema operacional da Microsoft que será lançado oficialmente nesta quinta-feira, 22, isso não significa que a indústria de PCs terá uma explosão de vendas se imediato.
A avaliação é analistas do Gartner, que apontam que o upgrade atrasado de PCs e o ambiente econômico serão tão importantes quanto o Windows 7 para determinar a demanda final em 2010. "O lançamento do Windows 7 vai gerar um interesse renovado pelas atualizações de hardware por parte dos consumidores e das pequenas empresas, mas não se espera que a demanda corporativa ganhe ímpeto até o fim de 2010", analisa o vice-presidente do Gartner, Charles Smulders.
Segundo a consultoria, embora o Windows 7 apresente um aprimoramento significativo em relação ao Vista, o sistema não é uma versão de grande relevância em termos de arquitetura. Um de seus destaques fica por conta dos novos recursos que vão ajudar a aumentar a capacidade das empresas de implantar o sistema.
"O Windows 7 tem melhorias no gerenciamento de memória, que ajudam os usuários a terem uma experiência melhor do que com o Vista em PCs, com especificações similares ou até mesmo um pouco inferiores", afirma o vice-presidente e analista do Gartner, Michael Silver. "O sistema acrescenta outros recursos que são de interesse das organizações e dos consumidores. É importante para a Microsoft ter um início bem-sucedido com o Windows 7 para criar impulso e deixar os problemas do Vista para trás."
A consultoria destaca cinco aspectos fundamentais que as empresas devem analisar antes de migrarem para o novo sistema operacional da Microsoft:
. Planejar a saída do Windows XP para o fim de 2012 — A Microsoft vai dar suporte ao Windows XP com correções de segurança até abril de 2014, mas experiências anteriores mostram que os fornecedores independentes de software param de testar muito antes. "Os novos lançamentos de software crítico para os negócios vão exigir o Windows 7 muito antes do fim do suporte que a Microsoft dará para o Windows XP", afirma o vice-presidente de pesquisas do Gartner, Steve Kleynhans. "As empresas que tirarem seus usuários do Windows XP até o fim de 2012 vão evitar grandes problemas em potencial."
. Comece a trabalhar com os projetos de migração desde agora — Uma organização típica requer de 12 a 18 meses para aguardar, testar e planejar antes que possa iniciar a implantação de um novo sistema operacional. Há muito trabalho a ser feito na preparação e os atrasos para iniciar resultam somente em mais custos depois.
. Não espere pelo SP1 do Windows 7 para começar a testar e implantar — Muitas organizações planejam esperar a chegada do SP1 para começar a testar e a implantar um novo sistema operacional. Os analistas do Gartner sugerem que se comece o trabalho agora (especialmente se as companhias não chegaram a utilizar o Windows Vista).
. Não deixe de usar o Windows 7 — O Gartner classifica o Windows 7 como uma versão "refinada" da mudança de arquitetura que o Windows Vista ofereceu. E os analistas do Gartner dizem que lançamentos refinados nunca devem ser deixados de lado. "Embora as organizações que deixaram de lado o Windows 2000 e esperaram pelo XP tenham enfrentado alguns problemas para superar o gap, as organizações que adotaram o Windows 2000 e tentaram deixar de lado o Windows XP, esperando pelo Vista, passaram por muito mais dificuldades", disse Silver.
. Faça o orçamento com cuidado — Os custos de migração variam muito. Segundo levantamento do Gartner, os custos de migração poderiam ser de US$ 1.035 a US$ 1.930 por usuário para migrar do Windows XP para o Windows 7, e de US$ 339 a US$ 510 por usuário para migrar do Windows Vista para o Windows 7, dependendo da empresa.

Tags:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top