Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Trend Micro reforça atuação de soluções em cloud

Postado em: 21/11/2012, às 20:34 por Redação

Como forma de aumentar ainda mais sua participação no mercado brasileiro, a Trend Micro, tem como principal estratégia o reposicionamento de suas ofertas e serviços, com objetivo de apoiar a tendência de adoção de serviço de cloud computing.

Pesquisa recente realizada pela empresa aponta esse segmento como um dos mais promissores no Brasil – mas a segurança ainda é um desafio. A previsão da empresa é que as novas soluções representem mais de 20% do faturamento global da Trend Micro ainda em 2012. No ano passado, a fatia dessas novas linhas representava menos de 5% do faturamento total.

De acordo com Hernán Armbruster, vice-presidente da Trend Micro no Brasil, não só nacional, mas mundialmente, a empresa vem acompanhando de perto o crescimento do processo de migração das empresas para a nuvem, tornando-se uma das principais fornecedoras de segurança para esse ambiente.

“O cenário de TI está mudando – virtualização e cloud computing, mobilidade, mídias sociais, etc -, o comportamento das pessoas está mudando e, como consequência, as ameaças também mudam. A engenharia social passou a ser a principal forma de ataque. Esse reposicionamento é uma estratégia global e a nossa expectativa para os próximos três anos é que mais de 50% das vendas de produtos e serviços da Trend Micro sejam compostas pelas soluções para nuvem”. diz o executivo.

Assim como o aumento da adoção da computação em nuvem, a empresa ressalta o aumento das ocorrências de segurança que rondam as empresas, como também apontou a pesquisa. O percentual de companhias que reportaram falhas de segurança de dados ou problemas com seu serviço de nuvem aumentou de 43%, em 2011, para 46%, em 2012, sendo que o Brasil desponta como o segundo país com maior incidência de falhas (55%). “O Brasil ainda está um pouco abaixo da média global de adoção de cloud computing, especialmente por dois fatores – a falta de uma legislação específica para os crimes virtuais e o baixo investimento das empresas em uma segurança especialmente desenvolvida para esse ambiente”, afirma o executivo.

Uma das vertentes da estratégia da Trend Micro para crescer com o novo posicionamento é implementar segurança onde os dados estão expostos, ou seja, na nuvem. Para isso, a empresa está fechando parcerias com grandes cloud providers – como Amazon, Alog, Telefônica Vivo, Uol, Oi, entre outros -, como forma de assegurar que os dados hospedados na infraestrutura de nuvem desses provedores estejam tão ou mais seguros que se estivessem armazenados dentro de própria empresa. “Os CIOs já entendem que os dados são móveis e, por isso, a segurança precisa seguir essa tendência e não ficar concentrada em um ambiente físico” explica Armbruster.

Para atender a essa demanda, a empresao tem investido fortemente em uma família de soluções com múltiplas camadas de proteção para ambientes de nuvem e virtuais – todas projetadas para garantir segurança na transferência dos dados da empresa para a nuvem, seja de venda direta às empresas ou por meio de prestadores de serviços que funcionam como “add-on” para os seus serviços.

O Trend Micro Deep Security foi projetado para evitar roubo de dados, interrupção dos negócios e violações de conformidade com abrangente segurança ao servidor, que oferece proteção dos servidores físicos, virtuais e em ambientes de nuvem. Além disso, o Trend Micro SecureCloud, uma plataforma de criptografia que visa dar às empresas o controle sobre seus dados armazenados em nuvens públicas, privadas ou híbridas, bem como servidores físicos e virtuais.

O executivo esclarece ainda que a visão da Trend Micro para a cloud computing não é recente, o que mostra o perfil inovador da empresa, que hoje já conta com mais de dois mil clientes protegidos com as novas soluções da era da nuvem, dentro dos quais estão as principais empresas do mundo. “Desde 2005 a Trend Micro já havia detectado que a nuvem era o futuro da computação, o que explica o desenvolvimento do Smart Protection Network, nossa infraestrutura de segurança com base na nuvem, lançada em 2008 e que é a base de todas as nossas soluções”, finaliza.

Tags:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top