Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

IBM investe US$ 3 mi em centro de software para mainframes no país

Postado em: 22/06/2007, às 16:28 por Redação

O Brasil foi o primeiro país da América Latina escolhido pela IBM para instalar seu centro de competência de software para mainframes. A unidade, inaugurada nesta sexta-feira (22/06), consumiu investimentos da ordem de US$ 3 milhões e sua infra-estrutura poderá ser utilizada pelas empresas para prova conceito e teste de aplicações, sem interferir em seu ambiente tecnológico ou a necessidade de equipamentos ou grandes equipes para isso.

O centro, que está equipado com uma máquina System z9 Business Class, storage DS8300 com capacidade de 14 terabytes (TB e softwares IBM, também oferecerá capacitação em software na plataforma System z aos profissionais dos clientes e do mercado em geral. O System z Center, como foi batizada a unidade, contará com um grupo de profissionais da IBM que dará suporte a arquitetura de aplicações, sistemas e aos projetos dos clientes.

Segundo Paulo Carvão, vice-presidente mundial de vendas de software em mainframe da IBM, baseado em Nova York, o System z Center será uma oportunidade para que clientes testem conceitos e compreendam o impacto de novas tecnologias num ambiente controlado, antes da efetiva implementação de suas empresas. ?Existem companhias que pretendem, por exemplo, utilizar middleware de integração para implementação de arquiteturas orientadas a serviço no mainframe. Com o centro, conseguiremos verificar as necessidades práticas desse cliente sem interferir em sua infra-estrutura já existente. Após testes iniciais e com as melhores práticas compreendidas, aí sim o cliente passará para a implantação, podendo, se desejar, contratar a IBM para fazer isso. Será possível aproveitar, ao máximo, todos os recursos da plataforma diminuindo o risco dos projetos e acelerando seu potencial de retorno?, diz o executivo.

O Brasil é o terceiro país no mundo a contar com centros desse tipo. Os dois outros estão localizados nos Estados Unidos e o mais recente foi implementado em 2004, na China, para atender o mercado asiático. Lá, o centro já viabilizou inúmeros projetos para clientes do setor financeiro e do setor público. ?Trazer o centro para o Brasil reafirma a atenção da IBM para o mercado brasileiro e da América Latina. Além disso, contamos com um grande potencial tecnológico, uma importante base instalada de clientes de mainframes e nossa tradicional criatividade para viabilizar projetos inovadores?, concluiu Carvão.

A decisão de investir na criação de um quarto centro no Brasil levou em consideração, sobretudo, a penetração de mainframes no país e nos bons resultados que a divisão de mainframes traz para a IBM. Hoje, 75% das receitas com a plataforma na América Latina são procedentes do mercado brasileiro.

Tags:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top