Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Comércio eletrônico puxa ânimo da economia, com crescimento de 6%

Postado em: 22/09/2017, às 19:49 por Redação

O mercado de e-commerce prevê aumento de vendas de 6% em 2017. Embora pareça baixo, um estudo da Bain & Company aponta que o comércio eletrônico, em 2019, deve atingir um faturamento de US$ 16 bilhões, frente aos US$ 11 bilhões registrados em 2015. No geral, o mercado está otimista. Mais da metade (58,4%) dos entrevistados para um estudo feito pelo SPC Brasil e a Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) acredita que a economia será melhor em 2017 e estão empolgados para concretizar projetos. 27,6% pretendem ampliar o negócio e 20,9% devem lançar novos produtos ou serviços.

Parte disso certamente deve-se à necessidade do consumidor de ter um processo de compra cada vez mais simplificado e eficiente, com uma experiência única e agradável. Para tanto, é natural que empresas que desejam se destacar ou se manter à frente no mercado invistam em recursos tecnológicos cada vez mais complexos, desde processos logísticos como estoque e envio, passando pela disposição de produtos nas prateleiras, análise do perfil do cliente até o pagamento, a fim de agregar mais valor à cadeia de consumo e tornar a experiência de compra bem próxima ao entretenimento.

Em alguns países, como os Estados Unidos e China, já são utilizados recursos de realidade aumentada e realidade virtual para elevar a qualidade da experiência de compras e otimizar o trabalho do lojista nas diversas etapas no processo de venda. Aqui no Brasil, estas tecnologias vêm surgindo com mais lentidão, mas espera-se que o mercado se adeque a estas tendências para satisfazer o consumidor cada vez mais exigente e imerso na experiência digital.

No setor de meios de pagamento, o cenário brasileiro já se mostra bastante maduro em relação à virtualização de pagamentos, porém com muitas possibilidades de expansão e inovação, inclusive conectados à tecnologia da Internet das Coisas. Mais do que o cenário econômico, o comércio eletrônico passa por um processo intenso de evolução tecnológica que não pode ser ignorado devido à velocidade com que estas inovações surgem e se tornam essenciais para os usuários.

Tags: , , , , , ,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top