Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

O que importa são os resultados

Postado em: 22/10/2007, às 17:15 por Hélio Oliveira

Já faz tempo que terceirização deixou de ser uma mera opção e passou a ser uma carta na manga dos bons administradores. Modalidades existem inúmeras, mas parceiros confiáveis, a quem você possa tranqüilamente entregar parte do seu negócio, não são muitos.

Terceirização se traduz em Outsourcing de Resultados. Um compromisso de qualidade para garantir ao cliente os maiores benefícios do processo: redução de custos, concentração na atividade-fim, redução ou compartilhamento de riscos e o maior controle sobre atividades e processos.

Para todas as necessidades

É o cliente que define como quer passar a responsabilidade sobre suas atividades, usando um dos modelos oferecidos ou até criando combinações entre eles:

– Terceirização tradicional (de pessoal): Também chamada de staffing, é o recrutamento de pessoal especializado para cumprir funções determinadas nas instalações do cliente. Pode englobar pessoas que já cumpriam essas mesmas funções antes da terceirização.

– Extended Enterprise: A empresa contratada tem de assumir a responsabilidade sobre a mão-de-obra e também passa a gerir os recursos físicos e as instalações usadas pelo cliente, como se fosse uma extensão da instituição. Todas as obrigações, os direitos e os indicadores de desempenho da terceirização são definidos em um contrato por nível de serviço (Service Level Agreement).

– Outsourcing: Quando a tarefa a se terceirizar não exige a presença física dos funcionários ? por exemplo, o monitoramento à distância dos diversos sistemas -, o cliente pode deixar tudo a cargo da empresa contratada e de seus profissionais, sem se preocupar com locação física, e concentrando-se apenas nos resultados. As metas, obrigações e os índices de desempenho também são acertados em um contrato por nível de serviço.

– Business Process Outsourcing (BPO): Enquanto as três modalidades anteriores são específicas da área de tecnologia, o BPO envolve serviços que são mais ligadas às próprias atividades administrativas da corporação, tais como faturamento, logística, gestão de recursos humanos, etc. A partir da proposta, são feitos estudos detalhados sobre todos os processos da área a ser terceirizada, para se definir precisamente como pode ser feita a terceirização.

Hélio Oliveira é presidente da Politec

Tags:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top