Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Oracle dá prazo para BEA responder sobre oferta de US$ 6,7 bi

Postado em: 23/10/2007, às 19:22 por Redação

A Oracle estabeleceu o próximo domingo (28/10) como prazo final para que a BEA Systems responda se aceita ou rejeita a oferta hostil para a compra da empresa, no valor de US$ 6,7 bilhões, feita pela companhia no dia 9 de outubro. Em um comunicado, a Oracle informou que o conselho de administração da BEA rejeitou novamente a proposta de US$ 17 por ação em dinheiro.

O presidente da Oracle, Charles Phillips, disse que encaminhou uma carta à BEA ratificando a proposta e na qual definiu que ela irá expirar às 17h, horário da Costa Oeste americana, do dia 28, segundo informou o The Wall Street Journal.

O vice-presidente de planejamento de negócios e desenvolvimento da BEA, Bill Klein, por sua vez, em declaração ao jornal americano disse que "apesar da declaração de que Oracle irá retirar a proposta, nós simplesmente não podemos aceitar uma oferta que subestima o valor da BEA".

O maior acionista da companhia, o investidor Carl Icahn, também havia considerado a proposta baixa demais, embora desde agosto ele venha pressionando para que a companhia seja vendida. No fim de setembro, o investidor aumentou sua participação na BEA, para 13,2%, numa tentativa de forçar a empresa a procurar um comprador. Para ele, a consolidação pela qual passa o setor pode colocar fornecedores como BEA numa situação de desvantagem, e isso pode prejudicar gravemente valor dos papéis dos acionistas ? o executivo tem ameaçado desencadear uma luta para ganhar um lugar no conselho da BEA.

Phillips fez questão de ressaltar que a oferta da Oracle representa um prêmio de cerca de 32% em relação ao preço médio das ações da companhia na semana antes da oferta. As ações da BEA, porém, têm ficado acima dos US$ 17 desde que a proposta se tornou pública. A resistência dos acionistas da BEA em aceitar a oferta inicial sugere que eles acreditam que uma oferta maior pode ser iminente.

Tags:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top