Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Microsoft avalia que adoção do Windows 7 superará XP e Vista

Postado em: 23/10/2009, às 17:39 por Victor Hugo Cardoso Alves

A Microsoft trabalha com a expectativa de obter um elevado volume de vendas do seu novo sistema operacional Windows 7, tanto no mercado de consumo quanto no segmento corporativo. Os resultados iniciais confirmam essa probabilidade.
Segundo a gerente geral de Windows para o mercado de consumo da Microsoft Brasil, Priscyla Alves, a demanda pelo produto por parte de distribuidores, fabricantes e do segmento corporativo superou as estimativas iniciais da empresa. "A demanda pelo nosso novo sistema operacional tem sido muito elevada. O nível de adoção do Windows 7 superará o do XP e do Vista. A receptividade tem sido muito forte principalmente entre os clientes corporativos", afirma Priscyla.
De acordo com dados da empresa, no primeiro ano o XP teve 14% de adoção, enquanto que o Vista somou 15% do parque de PCs. Citando uma pesquisa, a executiva afirma que 41% dos CIOs apontaram interesse em migrar para o Windows 7 no período de um ano.
A gerente da Microsoft também avalia que as vendas do novo sistema operacional no mercado corporativo serão impulsionadas também pela renovação do parque de PCs. Ela acredita que as companhias, porém, adotarão a estratégia de renovar apenas o sistema operacional de algumas máquinas que estão defasadas.
De acordo com Priscyla, isso é devido ao fato do Windows 7 ter melhor performance do que o Vista, que, por ter uma alocação de memória dinâmica, roda mais rápido. Com isso, as máquinas que hoje já trabalham com o Vista têm totais condições de rodar o Windows 7 com bom desempenho.
A executiva acredita que muitas empresas realizarão apenas a substituição do sistema operacional, sem a troca dos PCs. Além disso, ela frisa que muitas empresas têm contrato de licença com a Microsoft que já prevê a atualização do software para a nova versão.
Por esses fatores, Priscyla acredita que o Windows 7 pode dar um novo impulso de vendas para a indústria de brasileira de PCs e, consequentemente, elevar a receita da Microsoft no país. "O lançamento mudou a expectativa de mercado dos varejistas e dos fabricantes de hardware, que agora estimam vendas mais aquecidas", conclui.

Tags:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top