Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Facebook quer acabar com votação sobre as políticas e termos de uso do site

Postado em: 23/11/2012, às 09:28 por Redação

O Facebook enviou e-mail esta semana aos usuários brasileiros informando sobre as mudanças que a companhia pretende fazer na sua política de uso de dados e na declaração de direitos e responsabilidades. Entre elas, está a que acaba com o sistema que permite aos usuários votarem nas alterações a serem feitas nas políticas e termos de uso do site. O processo foi iniciado em 2009 e permite que todos os integrantes da rede votem em cada mudança. A empresa quer eliminar esse processo, alegando que os comentários não estavam sendo úteis. Pela política em vigor, os usuários podem aprovar ou não as modificações que a rede social realiza sobre a utilização de dados e privacidade. O Facebook quer eliminar essas votações e subsituí-las por um novo mecanismo que leve a um feedback mais direto, sem abertura para comentários.

Mas isso não significa que o usuário não poderá mais expressar a sua opinião. Segundo a própria rede social, o sistema antigo era capaz de contabilizar a quantidade de votos, não a qualidade das opiniões vindas dos usuários. Assim, quem quiser deixar sua opinião através de um comentário poderá fazer e, será analisada de forma separada.

O Facebook declarou que continuará a postar alterações significativas realizadas na política com um período de sete dias para análise e comentário. Também fornecerá mecanismos de notificação adicionais, incluindo e-mail, para informar sobre as alterações. De acordo com o vice-presidente de comunicações, políticas públicas e marketing do Facebook e autor do documento, Elliot Schrage, as mudanças são propostas após análise da política atual. “Como resultado desta revisão, estamos propondo reestruturar o nosso processo de governança local. Valorizamos profundamente o retorno que recebemos dos usuários. No entanto, verificou-se que o mecanismo de votação, que fica aberta de acordo com um determinado número de observações, resultou em um sistema incentivador da quantidade de comentários, e não da qualidade”, explicou.

Outra mudança está na ferramenta de mensagem. O Facebook quer afrouxar as restrições do envio de e-mails entre seus usuários e substituir a opção que permite que eles controlem quem pode entrar em contato com eles. No lugar, seria colocada uma nova interface para que sejam administradas as mensagens recebidas.

A rede social também explica uma mudança que visa lembrar os usuários sobre o que está visível para outras pessoas no Facebook. Por exemplo, quando o usuário oculta itens na linha do tempo, essas publicações estão visíveis em outros lugares, como no Feed de notícias ou nos resultados de busca.

Entre as alterações propostas está também a combinação entre os dados dos usuários com os do Instagram. A rede social informou que poderá compartilhar informações de usuários entre seu serviço e outros negócios afiliados da companhia.

As sugestões estão abertas para comentários dos usuários até a próxima quarta-feira, 28.

Tags:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top