Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

Pernambuco faz força-tarefa para atrair empresas de TI

Postado em: 24/01/2007, às 19:27 por Redação

O governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB) lançou nesta quarta-feira, 24/01, uma ofensiva para atrair empresas de Tecnologia da Informação (TI) ao seu estado.

Com o apoio do ministro de Ciência e Tecnologia, Sergio Rezende, que também esteve presente na reunião organizada pela Brasscom (Associação Brasileira das Empresas de Software e Serviços para Exportação), o governador apresentou as ?vantagens? para as empresas do setor em investir no seu Estado.

Sem medo de aquecer ainda mais a guerra fiscal, Pernambuco dará incentivos às empresas que se instalarem em Recife, capital do Estado — 60% de desconto no Imposto sobre Serviços (ISS), 10 anos de isenção de Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) e redução de 75% do ICMS ? e também no interior do Estado – 85% de desconto no ICMS.

O evento, dirigido aos representantes das empresas de TI e Telecom e às empresas prestadoras de serviços para o segmento, contou com a participação do presidente da associação, Antonio Rego Gil e do secretário de Ciência e Tecnologia do Estado, Aristides Monteiro.

Depois da investida de Pernambuco em reunir em São Paulo, o presidente da Brasscom antecipou que outros cinco Estados (São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Santa Catarina e Rio Grande do Sul) manifestaram interesse de apresentar propostas para atração de empresas para suas regiões.

Pernambuco possui dois centros tecnológicos, o Parqtel (Parque Tecnológico de Eletroeletrônica), que existe desde de 1995, com o intuito de reunir empresas de base tecnológica e ativar o desenvolvimento tecnológico, econômico e social. Outro pólo é o Porto Digital, plataforma de negócios em fábricas de software e hardware, com mais de 30 anos, mas que apenas nos último cinco recebeu incentivos do governo. Além da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE).

Questionado sobre a lacuna no PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) para o setor de exportação de software e serviços, o ministro afirmou que as propostas não foram esquecidas, que já estão na fila para serem tratadas com o presidente Lula, mas sem data específica. O governador informou que se reunirá com o Presidente no dia 6 de março, e entre os assuntos da pauta está a ampliação do incentivo à ciência e tecnologia.

Rego Gil, presidente da Brasscom, explicou que no atual momento a indústria mundial de TI vem passando por uma fase muito importante. No ano passado faturou 1,2 trilhão de dólares, sendo que 700 bilhões são terceirização, desses, 400 bilhões do mercado offshore e 30 bilhões provenientes da Índia. Gil declarou que o Brasil dentro do BRIC (Brasil, Rússia, Índia e China) tem grande potencial. ?Somos bons. Estamos há 45 anos?, ressaltou. A meta é que o País até 2010 seja o 5º maior exportador de software e serviço, trazendo um retorno de 5 bilhões de dólares.

Tags:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top