Converge Comunicações -

RSS Feed Compartilhe TI INSIDE Online no Facebook Compartilhe TI INSIDE Online no Twitter Compartilhe TI INSIDE Online no Google+ Compartilhe TI INSIDE Online no Linkedin

HP Inc tem queda de 12% na receita líquida no primeiro trimestre

Postado em: 24/02/2016, às 19:56 por Claudiney Santos

A HP Inc divulgou nesta quarta-feira, 24, os resultados do seu balanço do primeiro trimestre fiscal, onde demonstrou uma receita líquida de US$ 12,2 bilhões, queda de 12% em relação ao mesmo período do ano anterior, e 5% abaixo em relação ao trimestre anterior. O resultado já era esperado pela empresa, quando divulgou o balanço anual conjunto no ano passado.

"Temos uma estratégia clara que alavanca nossos pontos fortes, e estamos focados em execução, corte de custo e desenvolver inovações. Isso certamente vai surpreender os nossos clientes e parceiros", disse Dion Weisler, CEO da HP Inc. "Embora tenhamos alguns trimestres difíceis pela frente, eu estou confiante no futuro".

A receita líquida de Sistemas Pessoais caiu 13% ano a ano (queda de 6% em moeda constante), com uma margem operacional de 3,1%. A receita líquida da área comercial diminuiu 11% e a receita líquida do segmento consumidor diminuiu 16%.  O total de unidades vendidas caiu 13%, sendo que no segmento de notebooks caiu 8% e desktops, 13%.

A área de Impressão contabilizou uma queda de 17% ano a ano (queda de 11% em moeda constante) O total de unidades de hardware para o segmento comercial caiu 20%, e de consumo 23%.  A receita de suprimentos caiu 14%.

Expectativas

De acordo com analistas, a HP Inc tem 80% de seus lucros oriundos de setor de impressão, devido as altas margens de lucro sobre as vendas de suprimentos. No entanto, esse segmento caiu de 10% no ultimo trimestre de 2015, encerrado em outubro, afetado pela desvalorização do dólar.

A segunda maior fabricante de PCs, de acordo com a IDC, também sofreu queda de 10% nesse segmento, reflexo da redução mundial de mercado que vem ocorrendo desde o ano passado. Mesmo com o sucesso do lançamento da Windows 10, sistema operacional da Microsoft.

Dentro do seu esforço de reduzir custo, ela planeja demitir 3.300 funcionários ao longo dos próximos três anos, mas espera acelerar esse processo para um ano, na expectativa de retornar ao lucro.

Um  ponto positivo, é que a HP enfrenta concorrentes que estão com passando por turbulências internas, como no caso da compra da EMC pela Dell; da anunciada divisão da Xerox em duas empresas (como aconteceu com a própria HP) e a intenção da Lexmark comunicada em outubro passado, que anunciou que pretende encontrar alternativas estratégicas incluindo uma possível venda.

O mercado está na expectativa para a divulgação dos resultados da HPE – Hewlettt Packard  Enterprise dia 3 de março, para avaliar a decisão dos controladores em promover a cisão da empresa em duas.

Tags: , , , , , , , , , , ,

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome (obrigatório)

E-mail (não será mostrado) (obrigatório)

Website

Mensagem (obrigatório)



Top